Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Falta de manutenção deixa moradores da Mooca sem praça de lazer

Por Blog

Por Alexandre Ofélio

Na praça Álvaro Cardozo de Moura, na Mooca, bairro da zona leste de São Paulo, problemas como falta de limpeza, grama alta, entulhos, iluminação precária e até carcaça de carro abandonado são as principais queixas dos moradores da região.

No portão de entrada, o mato dificulta o acesso à praça. O local necessita de manutenção, principalmente nos brinquedos, feitos de madeira.

Carcaça de carro e entulhos são despejados em frente à praça

“O mato cobriu o balanço onde as crianças brincam. Acho que eles [Prefeitura] deveriam tomar providências, como limpar e verificar os lixos”, diz Eliana Rosa de Faria Souza, 43.

“Conheço esta pracinha desde 1972. Antigamente, a gente conseguia levar as crianças, mas hoje não tem condições”, diz o morador José Humberto Gomes, 53. Segundo ele, insetos, ratos e lixos são as principais causas. 

No mesmo local, também há a presença de usuários de crack. Durante a noite, consomem drogas; durante o dia, queimam fios – a prática serve para retirar a proteção plástica do material (recolhido das ruas) para depois ser vendido como sucata.

Mato dificulta chegada das crianças aos brinquedos

“A situação é de abandono total”, conclui o morador Marcos Rigo, 60.

A poucos metros da praça, entre as ruas Oscar Horta e Odorico Mendes, o asfalto também necessita de reparos: o solo está cedendo. Para evitar acidentes, a solução encontrada pelos moradores foi sinalizar o local com pedaços de madeiras.

 

Alexandre Ofélio, 42, é correspondente da Mooca.
@alexandreofelio
aleofelio.mural@gmail.com

Blogs da Folha