Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Moradores de bairro da zona norte improvisam sinalização de trânsito

Por Blog

Por Aline Kátia Melo

Em um bairro que quase não tem sinalização de trânsito, muitos acidentes acontecem. Atropelamentos tornam-se rotina. Então, quando algo grave acontece, os moradores criam soluções próprias.

É o caso da rua Portal II no bairro de Jova Rural, zona norte de São Paulo. Os moradores improvisaram faixas e tachões amarelos com refletivo, também chamadas popularmente de “tartarugas”.

Porém, os problemas continuaram. “As motos passavam correndo nos vãos entre as tartarugas”, diz o morador Paulo Geraldo, 52. “Foram cinco atropelamentos na rua, até a minha filha foi atropelada por uma moto”.

Lombada improvisada na rua Portal II

Após a morte de uma criança atropelada por uma moto, os moradores decidiram colocar concreto nas tartarugas. “Um colocava os ferros, outros misturavam a massa, outros faziam o acabamento. Foi uma união mesmo e valeu a pena. Depois das lombadas não teve mais atropelamentos por aqui”, afirma Paulo.

Outro exemplo é a avenida Arley Gilberto de Araújo, a principal via do bairro, caminho feito por uma linha de ônibus e as duas lotações que atendem à região.

Um grupo de moradores se uniu e instalou as tartarugas. “Tinha muito atropelamento, o filho de um dos vizinhos que participou foi atropelado e quebrou o braço. Então recolhemos dinheiro e colocamos duas linhas de tartarugas. Elas se desgastaram com o tempo, ninguém da prefeitura veio tirar”, diz o morador Vicente Canuto, 50.

Moradores improvisam tachões na avenina Gilberto de Araújo, em Jova Rural

Em outras ruas do bairro, a sinalização oficial começa a aparecer. Após o recente recapeamento, foram colocadas duas faixas de pedestres na esquina das ruas Antônio Sérgio de Matos e Roberto Lanari, próximas à Fábrica de Cultura do Jaçanã. O mesmo aconteceu na rua  Antônio Sérgio de Matos, em frente à escola estadual Prof. Nelson Gomes
Caetano.

Segundo o Departamento de Sinalização Horizontal da Companhia de Engenharia de tráfego (CET), “a implantação das faixas aconteceu no dia 6/02/12, como parte do Programa de Repintura de Faixas de Pedestres junto às escolas”.

A única rua que possuía lombadas oficiais, a Ari da Rocha Miranda, teve as três removidas para recapeamento do asfalto. De acordo com o Departamento de Atendimento ao Munícipe, a CET realocará a sinalização horizontal e “está prevista a realocação destes obstáculos pela Superintendência de Usinas de Asfalto (SPUA)”.

 

Aline Kátia Melo, 28, é correspondente da Jova Rural.
@alinekatia
alinekatia.mural@gmail.com

Blogs da Folha