Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

O Itaim Paulista comemora 401 anos

Por izabela moi

Por Vander Ramos

 

Neste mês, o Itaim Paulista, bairro na zona leste da capital paulista, completa 401 anos de história. A data escolhida para celebrar o aniversário foi 21 de junho, quando, em 1611, o bandeirante Domingos de Góes recebeu da coroa portuguesa o segundo capão de terra entre os córregos Lageado e Água Vermelha, ao norte o rio Tietê.

 

Vista aérea da principal via de acesso ao bairro, a avenida Marechal Tito

 

A região abriga hoje aproximadamente de 224 mil moradores distribuídos em uma área de 12 km2, segundo dados do IBGE.

 

“Aqui está tudo esgotado.  Não temos mais terrenos grandes para vender somente lotes pequenos,” afirma o corretor de imóveis Gilson Braga, 52.

 

Segundo pesquisa do Datafolha, feita em 2007, apenas 10% da população tinha nível superior. A mesma pesquisa aponta que 67% dos moradores estavam na classe C da pirâmide social.

 

Nos últimos cinco anos, os grandes redes de varejistas instalaram filiais no bairro e surgiram com isso mais empregos próximos às residências dos trabalhadores.  “Aqui, 60% de nossos empregados moram no Itaim Paulista, o restante são de bairros vizinhos”, diz o gerente Adriano de Melo. A loja tem cerca de 40 empregados.

 

Nem tudo são flores.  Moradores apontam as maiores dificuldades e necessidades: saúde, lazer, segurança, cultura e educação. Há apenas um cinema com  duas salas e uma casa de cultura,  por exemplo.

 

Condomínios do CDHU elevam a taxa de ocupação populacional da região

 

A reportagem do Mural perguntou a alguns moradores que presente dariam ao Itaim Paulista.

 

“Eu daria um novo hospital, que tivesse disponível tratamento para doenças de alta complexidade”, diz o médico Gustavo Polylo, 42.

 

“Acho que daria um novo sistema de transporte à região, quem sabe o metrô que tanto falam e nunca chega”, diz o motorista de ônibus Yuri Freitas, 50.

 

“O Itaim Paulista merece mais atenção da prefeitura, pois ainda temos pessoas morando nas margens dos córregos”, diz a assistente social Cleusa dos Santos, 40.

 

“Para o bairro eu daria um forte abraço, pois foi aqui que escolhi para viver desde os anos 50 e me sinto muito bem”, comenta o aposentado Benedito Oliveira, 69.

 

 

Vander Ramos, 51, é correspondente do Itaim Paulista.
@vander521
vander.mural@gmail.com

Blogs da Folha