Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em São Miguel, apresentações culturais registram aumento de público

Por Blog

Em 2012, o bairro de São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo, teve um acentuado aumento de público nas diversas apresentações culturais que aconteceram na região.

A Casa de Cultura de São Miguel, que leva o nome do cantor Antonio Marcos, recebeu as apresentações finais de 18 oficinas culturais no dia 15 de dezembro. Até o ano passado, o espaço era pouco conhecido pelos moradores e esquecido pelo poder publico.

Nas apresentações daquele dia, cerca de 200 pessoas prestigiaram alunos e professores. As 18 oficinas receberam 410 inscrições e cerca de 60% dos inscritos completaram o curso.

Grupo de Capoeira na Casa de Cultura de São Miguel

Ao conferir o que suas filhas aprenderam nas oficinas de balé, muitos pais ficaram orgulhosos. Na oficina de Capoeira, foi possível perceber que a disciplina foi bastante desenvolvida pelos alunos.  Além de ensinar os movimentos da arte marcial, os  participantes receberam aulas de história cultural dos afrodescendentes no Brasil.

Outras oficinas também se destacaram, como as de ioga, teatro, dança do ventre, violão, pintura de quadros e fotografia, esta última ministrada pelo fotógrafo Jonilson Montalvão. Ele explicou aos alunos que uma boa imagem não depende da qualidade do equipamento, mas sim da percepção do olhar do fotógrafo. Assim, diversas fotos de São Miguel com ângulos diferenciados foram produzidas e passaram a ser expostas nas paredes da Casa de Cultura.

Apresentação do Teatro Rosa dos Ventos, de Presidente Prudente

Na tarde do dia 16, um domingo, a última encenação do evento foi organizada pela trupe Buraco d’Oráculo e atraiu adultos e crianças que moram nos arredores. “Já vi umas seis apresentações em frente a minha casa. Um pouco de cultura é bom para o povo que não tem condições de ir a um teatro”, diz o eletricista Álvaro de Lucena, 52.

Para o aposentado Ginésio Ferreira dos Santos, 70, os espetáculos ajudam a distrair a cabeça das crianças. “A única coisa que me incomoda é quando toca o som dos carros bem alto, sem controle”, comenta ele, que mora no bairro há 40 anos.

O produtor Ivanildo Lima Santos, 37, realiza apresentações culturais há dois anos em um quarteirão da rua Ida Vanucce Puntel, onde nasceu. Segundo ele, ainda estão previstas trocas e doações de livros para os moradores no início de janeiro, mês que terá mais três apresentações teatrais, com data ainda indefinida. “Está tudo acertado com os grupos. A ideia é multiplicar este evento em outras áreas do bairro”, destaca Ivanildo.

Vander Ramos, 51, é correspondente do Itaim Paulista.
@vander521
vander.mural@gmail.com

 

Blogs da Folha