Após protestos, subprefeitura de Itaquera diz que casa de cultura continuará aberta

Por Blog

Desde dezembro, quando foi anunciado o fechamento da Casa de Cultura do Parque Raul Seixas, em Itaquera, zona leste de São Paulo, a  CACI (Comissão de Articulação Cultural de Itaquera), iniciou uma campanha para solicitar que a prefeitura preserve o espaço cultural, existente desde 1989.

No último dia 5, o subprefeito de Itaquera, Guilherme Enrique de Paulo e Silva, 69, recebeu dez integrantes da comissão e garantiu a manutenção do local. “Toda decisão será tomada em conjunto, respeitando as necessidades da população.”

Segundo Antonio Primus, 40, produtor cultural e um dos articuladores da comissão,  o bairro é carente de cultura e lazer. Só a Cohab II, por exemplo, possui mais de 200 mil habitantes para os quais a casa oferece cursos, palestras, saraus, atividades das mais diversas. “Existimos há três anos, mas na gestão anterior, não havia diálogo. Diziam que iriam relocar para a Casa da Estação, que foi emprestada para o Batalhão da PM, após uma reforma de R$ 500 mil um pouco antes da eleição”.

Segundo ele, havia muitas irregularidades na gestão cultural, uma vez que a Casa da Estação já estava destinada a ser a Casa da Memória e um Centro Gastronômico, projeto do arquiteto Luiz Cutait, já aprovado pela prefeitura. “A subprefeitura ignorou completamente tudo o que fora conquistado e queremos ter mais participação nas decisões culturais”, afirma.

A CACI se rearticula para manter o patrimônio histórico cultural do bairro. Para isso, conta com produtores culturais e artistas, além de organizações como o Movimento Nossa Itaquera, o Fórum de Desenvolvimento da Zona Leste e o Clube de Diretores Lojistas. “Queremos a revitalização da Casa de Cultura Raul Seixas, a abertura do Fórum Permanente de Cultura, a criação de parcerias que ofereçam oportunidades aos profissionais locais e o aproveitamento dos projetos não só da CACI, mas dos artistas locais. Lembrando, também, os impactos que ocorrerão com os grandes eventos”, conta o ator Tony Cotta, 40, articulador da comissão.

Cotta e Primus se dizem confiantes com as conversações e lembram que toda a comunidade está convidada para participar das reuniões, quinzenalmente, às terças-feiras, às 19h, no Centro Itaquerense das Famílias Amigas. O espaço fica na rua Flores do Piauí,170, no centro de Itaquera. “Criamos uma página nas redes sociais para nos comunicarmos com os itaquerenses que queiram participar”, lembra Primus.

Sandrah Sagrado, 50, é correspondente de Itaquera
sandrahsagrado.mural@gmail.com
@sandrahsagrado