Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Artistas da zona leste comemoram financiamento público

Por Blog

No último sábado (6), artistas e grupos culturais se reuniram na quadra da escola de samba Unidos de Santa Bárbara, no Itaim Paulista, zona leste de São Paulo, para comemorar que vários projetos da região foram selecionados para o programa VAI (Valorização de Iniciativas Culturais) em 2013.

Realizado pela prefeitura, o VAI existe há 10 anos e dá apoio financeiro a atividades culturais na cidade, principalmente as que contam com jovens de baixa renda e são de regiões desprovidas de equipamentos culturais. O programa está previsto na lei municipal 13. 540.

A ideia da comemoração foi dos organizadores do sarau “O Que Dizem os Umbigos?!!”, que há quatro anos atua no Itaim Paulista e foi contemplado pelo subsídio da prefeitura pela primeira vez.

Na festa, grupos explicaram seus projetos e fizeram apresentações artísticas

“Não foi planejado, assim que conquistamos o VAI nós marcamos a festa e convidamos pessoas de outros projetos”, explicou a atriz Samara Oliveira, 24, uma das fundadoras do sarau, que, atualmente, ocorre no mesmo espaço onde foi a comemoração.

Coletivos de outros bairros aderiram ao evento e replicaram o convite nas redes sociais. Resultado: o evento se transformou no “Vamos ZL”, em referência ao nome do programa.

Durante a festa, os grupos explicaram seus projetos no microfone e também fizeram apresentações de dança, música e poesia. “Uma mostra do que vem por aí em 2013”, disse animado o pintor de parede Rafael Castanho, 25.

Grupos de vários bairros aderiram ao evento e divulgaram a festa nas redes sociais

“O grupo não tem recursos, então o VAI foi uma oportunidade de viabilizar o que a gente queria. Ficamos muito felizes com o resultado e já começamos a realizar nossas ações”, contou a educadora Kátia Ramalho, 20. Ela faz parte do grupo MOB Jovem, de São Miguel Paulista, que conseguiu o financiamento para resgatar a memória e divulgar história do bairro de 391 anos.

Em 2013, o programa VAI contemplou 177 projetos, destinando um orçamento total de R$ 4.325 milhões. A seleção é anual e realizada por uma comissão formada por representantes do governo e da sociedade civil, que levam em conta a atividade proposta, idade, perfil dos proponentes e o local de realização.

“O VAI é o incentivo público que a periferia mais se apropria. A cultura não se engessa, é um movimento, e ele propicia isso, desde a arte clássica até a popular. O VAI é uma grande vitrine do celeiro cultural”, afirma Cássia Lima, 44, administradora da Casa de Cultura do Itaim Paulista e também diretora da Unidos de Santa Bárbara.

Lívia Lima, 26, é correspondente de Artur Alvim.
@livialimasilva
livia.mural@gmail.com

Vander Ramos, 51, é correspondente do Itaim Paulista.
@vander521
vander.mural@gmail.com

Blogs da Folha