Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mooca ganha parque após comemorar 457 anos de fundação

Por Blog

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB),  anunciou neste domingo (18) a criação do Parque Sabesp na Mooca, bairro da zona leste de São Paulo, que comemorou 457 anos de fundação no sábado (17).

O projeto visa transformar a área da Torre Caixa D’Água em um parque com ampla infraestrutura e acesso livre. O evento foi realizado no próprio local e contou com a participação de moradores, políticos, entre outros convidados.

O espaço, com aproximadamente 22 mil metros quadrados, está localizado na esquina da avenida Paes de Barros com a rua Sebastião Preto. Conforme os dados do informativo da Sabesp, o parque contará com área de atividades esportivas e culturais, praça, playground, Ecoposto para entrega de materiais recicláveis e bicicletário. No local, será instalado, também, uma exposição permanente sobre preservação, distribuição, tratamento, consumo consciente, reúso de água e novas tecnologias de saneamento.

O projeto receberá ainda o plantio de 200 árvores e cerca de 3 mil arbustos e trepadeiras. A obra deve ser entregue no prazo de oito meses e custará R$10,5 milhões.

O governador Geraldo Alckmin anuncia a criação do Parque da Sabesp no bairro da Mooca

Além do Parque da Sabesp, o bairro vai ganhar outro espaço que pode se tornar o primeiro parque municipal da região, conforme o decreto n° 53.986, publicado no Diário Oficial da cidade, no dia 11 de junho. A área particular localizada na rua Padre Benedito Maria Cardoso, que conta com aproximadamente 5 mil metros quadrados, foi declarada de utilidade pública a ser desapropriada.

“Moro na Mooca desde que nasci. Hoje, quando caminho perto de casa, percebo as calçadas muito estragadas. O pouco de verde que temos parece ser sempre iniciativa de moradores. Precisamos de um parque, sim. Mas é pouco. Vejo praças que precisam de mais cuidados e ruas também”, comenta a professora Maria Claudia Mesquita, 41.

Outra área que pode ser tornar um parque é o antigo terreno da Esso, com quase 97 mil metros quadrados. No dia 25 de agosto, em frente ao local, a direção do Movimento Mooca Verde realizará o piquenique “Por um parque na Mooca”. O evento será gratuito e contará com sorteios de prêmios, atrações musicais e outras atividades. O espaço é reivindicado pela população que cobra, há mais de 10 anos, um parque público no local. Há, inclusive, um abaixo assinado virtual.

Para o jornalista Bruno Gazolla, 31, deveriam existir mais políticas e associações com o objetivo de preservar as tradicionais casas da região. “Penso que se continuar do jeito que está, as empreiteiras, em pouco tempo, acabarão com a beleza mooquense”.

Segundo dados do IBGE, o bairro tem aproximadamente 75 mil moradores, que estão distribuídos em uma área geográfica de 8 quilômetros quadrados.

Alexandre Ofélio, 43, é correspondente da Mooca
@alexandreofelio
aleofelio.mural@gmail.com

Blogs da Folha