Moradores da Nova Curuçá querem que CET retire bloqueios de avenida

Por Blog

Na Vila Nova Curuçá, na zona leste de São Paulo, moradores reclamam da avenida Deputado Doutor Jose Aristodemo Pinotti, que teve duas pontes bloqueadas pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Uma das passagens não causa transtornos à região, mas a outra virou local de perigo para a comunidade.

Construída para ser uma via de tráfego de veículos, a ponte virou local de descarte de entulho e ponto de encontro para usuários de drogas. Segundo moradores do entorno, a sujeira é causada por munícipes que moram em lugares mais afastados.

Uma das pontes bloqueadas acumula entulho. Foto: Renata Asp
Uma das pontes bloqueadas pela CET acumula entulho. Foto: Renata Asp

O morador aposentado Adelmo Correia Miranda, 72, lamenta a situação. “Para que fizeram, então? Nós estamos no maior perigo aqui e sendo roubados direto. Casas, pessoas nos pontos de ônibus, professores, alunos de uma escola aqui perto; todos sendo assaltados”, reclamou.

Cerca de dois anos atrás, os moradores fizeram abaixo assinado para que o córrego fosse limpo e a via, aberta. A CET teria vistoriado o local e informado que dois semáforos eram necessários para poder reabrir as pontes. Mas não havia condições de instalá-los por serem muito caros.

“Cada um conta uma história. A única que sei é que todas as casas daqui estão sendo invadidas por ratos por conta desse lixão e não aguentamos mais. Queremos abrir, mas a CET e a prefeitura dizem que não podem resolver”, diz a dona de casa Maria de Souza, 51.

Vista aérea da av. Deputado Doutor José Aristodemo Pinotti. Foto: Vander Ramos
Vista aérea da avenida Deputado Doutor José Aristodemo Pinotti. Foto: Vander Ramos

A CET informou que as duas pontes foram bloqueadas por medida de segurança no trânsito, já que as vias eram utilizadas como retorno pelos motoristas. As características do cruzamento, topografia e largura da região também implicaram na decisão.

A possibilidade de reabrir a passagem para o tráfego dependente da elaboração de novos projetos para o local, diz a CET. A companhia afirmou ainda que suas equipes farão novas avaliações e estudos para verificar a possibilidade de implantação de projetos.

Renata Asp, 23, é correspondente de Itaquera
@renataasp_
renataasp.mural@gmail.com

Vander Ramos, 54, é correspondente do Itaim Paulista
@vander521
vander.mural@gmail.com