Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Carros de condomínio prejudicam trânsito em via do Campo Limpo

Por Blog

O projeto original de um condomínio, datado de 1984, não previu a expansão do distrito do Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, nem o aumento do trânsito na região. É o que afirmam os moradores do conjunto Parque das Orquídeas, que viram a entrega de mais 20 prédios no fim de 2012. 

“Primeiro houve o lançamento da primeira fase, com 13 torres. Depois passou um tempo e agregaram mais sete. Se [o estudo] tivesse sido feito há cinco anos, não teria sido aprovado assim”, conta o publicitário Mauro Toledo, 38, também subsíndico do residencial.

Carros estacionados de forma irregular, principalmente nos fins de semana, prejudicam a circulação de microônibus na Estrada dos Mirandas, onde está situado o conjunto. Como consequência, a via não comporta o fluxo de veículos e acidentes de trânsito são frequentes. São 3 mil pessoas espalhadas em 20 torres, que somam 1.040 apartamentos.

Projeto de condomínio é de 1984 e não previu expansão do distrito
Projeto de condomínio é de 1984 e não previu expansão do distrito

“Comportamos uma vaga por residência e há pessoas que têm dois carros. Então, um automóvel tem de ficar para fora, o que estreita ainda mais a rua. Duas lotações não passam”, diz o engenheiro civil Rafael Hoffmann, 29.

Os moradores solicitaram para a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) uma placa de “proibido estacionar” no local, como forma de solucionar o problema. “Não tivemos nenhuma resposta”, reclama o analista de sistemas Sergio Prado, atual síndico do empreendimento.

Desde dezembro, a instalação de dois radares na Estrada do Campo Limpo, em frente a uma das garagens do residencial, também tem gerado queixa. O equipamento multa quem anda na faixa da direita (exclusiva para ônibus), o que atrapalha os moradores.

“A via é muito movimentada. Se você não dá a seta antes para acessar a faixa da direita, não consegue passar”, reforça o biomédico Fábio Renato, 33.

Carros estacionados de forma irregular prejudicam circulação de veículos
Carros estacionados de forma irregular prejudicam circulação de veículos

Procurada, a CET respondeu que os moradores do condomínio podem entrar e sair normalmente da garagem e que só serão autuados se forem pegos, sequencialmente, ao passar pelos dois equipamentos existentes na via.

Sobre os veículos estacionados de forma irregular, o órgão disse que está elaborando um projeto que prevê a colocação de placa de proibido estacionar no local, mas não informou o prazo. O órgão também reforçou que vai intensificar a fiscalização.

Em resposta, a Secretaria Municipal de Licenciamento destacou que o alvará de aprovação e execução que deu origem ao condomínio é de 1984, quando não existia a figura do polo gerador de tráfego e as exigências de contrapartidas em melhorias viárias.

Karol Coelho, 22, é correspondente do Campo Limpo
@karolcoelho_
karol.mural@gmail.com

Patrícia Silva, 25, é correspondente do Campo Limpo
@Patricia_Aps
patriciasilva.mural@gmail.com

Blogs da Folha