No Campo Limpo, vivência leva público a se aproximar do bairro

Por Blog

Como o diálogo pode ajudar a construir a identidade de um projeto social? É com essa reflexão que o Escola de Notícias, sediado no Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, promove uma vivência em comunicação dentro do Festival Hub Escola, no sábado (16).

Criado pelo empreendedor social Tony Marlon, 29, com a colaboração da jornalista Karol Ceolho, 22, o projeto busca formar jovens da região em jornalismo e produção audiovisual. “A proposta é convidar as pessoas a pensarem a comunicação de uma forma mais ampla, não apenas algo restrito a técnica”, destaca Marlon.

É essa experiência, de imersão e descoberta na periferia, que a dupla planeja dividir com o público do Hub São Paulo. “A metodologia é de focar não na formação técnica, mas sim na humana”, reforça Karol.

Em um dia, os participantes terão a chance de conhecer os espaços públicos do distrito ligados à história da iniciativa, como a Praça João Tadeu Priolli, onde ocorre algumas das atividades do projeto, e o Espaço Cultural Cita, antigo prédio público ocupado por grupos culturais da região. Parte do dinheiro arrecado será aplicado na manutenção da iniciativa.

“Quando contamos nossas histórias, de nossas organizações, existe todo um movimento de resgatar, valorizar e honrar o caminho que fizemos até chegar exatamente onde estamos”, afirma Marlon.

Os jornalistas Tony Marlon e Karol Coelho promovem vivência em comunicação no Campo Limpo
Os jornalistas Tony Marlon e Karol Coelho promovem vivência em comunicação no Campo Limpo (Foto: Petterson Andre/Divulgação)

Haverá, ainda, uma visita ao Projeto Arrastão, responsável pela formação educacional de Tony e Karol. Cada integrante poderá resgatar o motivo pelo qual escolheu a comunicação a partir da visitação ao distrito, em uma jornada de reflexão e bate-papo.

O Escola de Notícias, por meio de seu braço de comunicação comunitária, procura dar subsídio à jovens da região para que possam ter condições de criar o seu próprio negócio, levando em consideração as experiências ao longo do curso e as histórias do bairro.

Em 2013, com o apoio do Programa para a Valorização de Iniciativas Culturais (VAI), 30 jovens do Campo Limpo tiveram aulas técnicas de jornalismo impresso, vídeo, rádio, fotografia, criação gráfica e desenvolvimento pessoal.

“A ideia não é falar mal da imprensa, mas mostrar como é feita a produção de uma revista, como se chega a uma ideia de pauta”, resume Karol, que também integra a equipe de correspondentes do Blog Mural.

Desde abril deste ano, outros 30 estudantes de escolas públicas e privadas terão a chance de participar de um novo processo de formação, em um esforço conjunto de Tony e Karol para manter as atividades, já que a iniciativa não tem mais patrocínio.

“Eu não quero me formar e fazer coisas fora, eu quero trabalhar e fazer coisas aqui. É um jeito de você olhar para sua comunidade também”, já reforçava Karol, em 2013, antes de concluir o curso de comunicação.

Informe-se sobre o evento.

Patrícia Silva, 25, é correspondente do Campo Limpo
@Patricia_Aps
patriciasilva.mural@gmail.com