Catador supera deficiência com bom humor na Vila Guilherme

“Lutador, simpático, criativo”. Os moradores da Vila Guilherme, na zona norte de São Paulo, não economizam elogios para Ezequiel Gomes, 48, catador de materiais recicláveis. Deficiente físico, consegue equilibrar a disposição incomum para o trabalho pesado com um largo sorriso no rosto.

Segundo Ezequiel, a explicação para o bom humor é gostar do que faz. “Após o acidente logo voltei a trabalhar pra fugir da depressão”, conta. Em 2005, perdeu o controle de um carrinho com entulho, foi socorrido, mas precisou ter o braço direito amputado.

O catador leva a vida de forma leve e otimista para encarar a jornada de até quinze horas de trabalho. O jeito feliz e a superação física atraem as pessoas do bairro, que o ajudam a manter cheios os três carrinhos que ele tem. A dona de casa Maria de Lurdes da Silva, 73, admira a “simplicidade e alegria” de Ezequiel. “Sempre ofereço um lanche e café com leite para ele”.

Para fazer a coleta, o trabalhador usa a flexibilidade e resistência do corpo. Ele conta que, apesar de franzino – com 68 quilos –, sempre teve vigor físico. No último trabalho formal, como ajudante de pedreiro, deixava os colegas espantados ao subir escadas com vários sacos de cimento e areia, sem dificuldade. Habilidoso, usa as pernas e o peito como apoio para dirigir o carrinho e os dentes para fechar sacos e dar nós nas cordas da carga.

O valor obtido com a venda de materiais vai para o sustento da família. “O carrinho é minha ferramenta sagrada de trabalho”, revela. Ele mostra preocupação em não obstruir o caminho de pedestres e evita prejudicar o fluxo de veículos. Também tem especial atenção na limpeza das ruas. ”Trabalho direito e não rasgo sacos de lixo”.

O catador vende o produto da coleta em um depósito de reciclagem no Carandiru. O Mural acompanhou uma das entregas. Ele recebeu R$ 40,00 por 217 quilos de material, basicamente papelão. Segundo a proprietária Ivonete Pirone, 32, o recorde de Ezequiel foi de 470 quilos. “Para a cidade é importante reciclar”, acredita o catador.

O Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis estima que existam vinte mil trabalhadores na cidade de São Paulo. Para a entidade, a atividade economiza recursos naturais ao reintroduzir materiais descartados na indústria, além de beneficiar a limpeza pública nas ruas, áreas verdes, córregos e rios e diminuir o impacto dos resíduos sobre os aterros sanitários.

Sidney Pereira, 58, é correspondente de Vila Maria
@sidneypereira00
sidneypereira.mural@gmail.com

SAIBA MAIS:

“Pimp my carroça” mostra a importância dos catadores de material reciclável

Ex-catadora de lixo do Itaim Paulista vira empresária da reciclagem

 

 

Comentários

  1. … e ainda falam em “bolsas etc.!!!” Será que ser “gente” e se fazer útil, precisa de “pagamento”???
    Srs(as, inclusive as “Pres…dentas!!”), por favor, parem de encher os horários politicos de m… Ops! Asneiras e foquem no trabalho, que dignifica. Mauro (SP)

  2. Parabéns Ezequiel, pessoas como você, fazem um mundo melhor, se a vida é um “jogo”, como algumas pessoas dizem, com certeza você é o “Pelé” deste jogo.
    Não poderia deixar de parabenizar o Sidney Pereira pela matéria, que tem o objetivo de mostrar uma história de superação, apesar das adversidades, sem fazer demagoga.

  3. QUE EXEMPLO FANTÁSTICO! PORQUE HOMENS ASSIM NÃO SÃO MAIS DIVULGADOS E ACOLHIDOS PELAS INICIATIVAS PRIVADAS OU GOVERNAMENTAIS? DEUS O ABENÇOE!
    COMO POSSO AJUDÁ-LO?

  4. Conhecemos o Ezequiel há anos e realmente ele é um exemplo de ser humano. Deveria ser entrevistado pelo Jô Soares, outra pessoa que eu admiro.

  5. Histórias assim me dão coragem para continuar fazendo a minha parte. Que belo exemplo de pessoa que, apesar das adversidades, encontra motivos simples para continuar acreditando que a vida é bonita.

  6. Gente da melhor e maior qualidade…me corta o coração …..
    Por estas e outras é que devemos nas próximas eleições anular nosso voto, ms de maneira inteligente, basta trocar o número.E um bando de engomadinhos ganhando acima de 12000 reais e se aposentando com oito(8) anos de (se é que pode chamar ) trabalho…….

  7. Conhecemos e admiramos o Ezequiel. Ele é um exemplo de superação de dificuldades. Está sempre com um sorriso no rosto. Sem o braço direito, durante a noite ele puxa um carrinho por cerca de 2km pela zona norte de São Paulo até chegar no bairro da Vila Guilherme , Vila Maria e adjacencias para então percorrer as ruas desses bairros a procura de reciclaveis. Sempre otimista. Exemplo de gente que trabalha…

  8. Obrigada por este maravilhoso exemplo de superação e modelo de como aceitar bem as adversidades da vida. Ezequel sou psicologa, trabalho com pessoas com depressão, vejo que se virem seu exemplo irão se admirar e possivelmente os ajudarão e muito a retomarem suas vidas mesmo sem o que desejariam. Parabéns aos autores da reportagem, maravilha continuem divulgando assuntos assim que tenha conteúdo. Felicidades a todos. Namastê!

  9. Belo exemplo, emociona. E as vezes eu em minha sala fechada reclamo do meu trabalho, da vida, e Brasil da desigualdade, da falta de oportunidades, da falta de educação .è triste ver, coitado.

  10. Este senhor é um exemplo para muitas pessoas que são perfeitas e reclamam que a vida não tem nada a lhes oferecer. Os mais simples são os mais felizes. Que Deus o abençoe e que seu sorriso esteja sempre presente no seu cotidiano.

  11. Quantos jovens em condiççoes perfeta de saude e de mobilidade que nao querem trabalhar.
    Deveria ler essa materia e se espelhar .

  12. É com alegria que vejo o exemplo do nosso irmão Ezequiel.
    Exemplo prático dos ensinos de Jesus, ele supera as dificuldades com alegria e com toda a certeza está aproveitando bem a sua etapa nessa vida, pois é rico em qualidades morais, não se revolta com as dificuldades que enfrenta.
    Que Deus continue sempre a abençoa-lo!!!

  13. Isso é que é demonstração de otimismo…Mora mal, come mal, tem um trabalho pesado, é quase idoso, perdeu um braço e vive de bem com a vida…Exemplo a ser seguido, inclusive por mim…

  14. Excelente matéria sobre exemplo de vida. Enquanto uns usam de desculpas para furtar, alegando falta de oportunidade de emprego, outros Ezequiel nos mostram que as oportunidades existem e que a vida vale muito para ser desperdiçada com lamentações. Deus abençoe sempre seus caminhos, Ezequiel.

  15. Parabéns pela matéria, SR.EZEQUIEL exemplo de vida, superação te admiro muito seja muito feliz, DEUS abençoe, muita saúde.

  16. Enquanto isso, as “grandes cabeças pensantes” desse país ficam dando nosso dinheiro à quem não merece e só faz o mal… o tal de Auxílio Reclusão para os bandidos. Se tem alguém que merecia uma ajuda do des governo, são gente como o Sr. Ezequiel, que apesar de todas as dificuldades, não se faz de coitado e vai à luta. Parabéns para ele!

  17. Esse tipo de coisa me faz ter fé, por mais dificultoso que tenha sido a vida dele ele ainda luta e a mantém com dignidade. Um exemplo para aqueles que tem tudo e ainda sim reclamam!

  18. …o catador cadastrado no sistema unico do governo federal tem direito ao bolsa catador, pois esta profissão foi regulamentada pela presidenta Dilma e eles podem pagar INSS, como catador e ter todos os direitos de um empresário individual. basta procurare se associar a uma associação de catadores e recicladores que é apoiado pelo projeto minuano (ver por estado)e a Petrobrás.

  19. …catador cadastrado e associado ganha mais. o bolsa catador do governo federal é de 300 reais e mais a venda que a associação faz e divide entre os sócios. pelo menos 1200 reais eles tiram mensalmente…

  20. Esse é meu grande tio Zeque ,fico tão feliz em saber que faz parte da família Gomes…o q ninguém mts vezes não acredita, é que ele não tem filhos ,nem esposa e recebe pensão do seu pai falecido e mesmo assim dá o maior duro na vida,já pagou até um curso pra mim e ajuda a todos sem nada em troca …Te amoo tio e tenho o maior orgulho de vc ! beijooo

Comments are closed.