Guia: Há 40 anos no Pari, esfirraria abre filial no Carandiru

Por Blog

A tradicional comida árabe do Rei das Esfihas cruzou o rio Tietê e agora é atração no Carandiru, zona norte da capital.

Em outubro, chegou ao bairro a segunda unidade do Barakiah -abençoado por Deus, em hebraico-, e suas esfirras com 15 cm de diâmetro, quibes e beirutes assados na hora.

O restaurante é irmão caçula do Rei das Esfihas, aberto há mais de 40 anos no Pari, mas oferece um cardápio mais amplo, com 31 tipos de sanduíches, saladas, porções e pratos rápidos.

Imbatível, a esfirra é a estrela da casa. Dois chefs cuidam exclusivamente do preparo do salgado. Aos sábados, 2.500 esfirras, de 23 sabores diferentes (de R$ 3 a R$ 6), saem da cozinha para o salão ou retirada no balcão. O tipo mais pedido é o de carne, seguido de calabresa com catupiry.

X

Para beber, destaque aos sucos naturais feitos apenas com frutas frescas. Na lista de sobremesas, doces típicos, como o halawi e o faisalim (R$ 5,20).

A sócia-gerente do restaurante, Julia Cruz, 25, revela fazer compras diárias de produtos no Mercadão, para garantir a qualidade dos alimentos. “O pão sírio também é feito aqui”, diz.

Instalado numa movimentada esquina do bairro, o prédio do restaurante tem linhas retas e pé-direito alto. Amplos vãos envidraçados garantem luz natural ao ambiente.

A primeira unidade do Barakiah fica na rua Coronel Morais, 396, no Pari.

R. Jacuna, 339, Carandiru, tel. 2221-1000. 120 lugares. Ter. a qui.: 11h às 23h. Sex. e sáb.: 11h à 1h. Dom.: 17h às 23h.  Estac. grátis.

Sidney Pereira, 58, é correspondente de Vila Maria
@sidneypereira00
sidneypereira.mural@gmail.com

SAIBA MAIS: 

Lanche de Mairiporã faz sucesso com coração de bananeira

Bar ocupa espaço de lava-rápido em Guarulhos

Casa vende coxinhas de pizza e de doce de leite