Após protesto de moradores, energia volta no Butantã

Por Blog

Moradores do Butantã, na zona oeste de São Paulo, chegaram a interditar no início da noite de quinta-feira (15) parte da avenida Eliseu de Almeida, sentido bairro,  em protesto contra a falta de luz que atinge a região da Vila Sõnia desde terça-feira (13). Após a manifestação, a energia foi restabelecida na madrugada desta sexta (16).

De acordo com os manifestantes, o ato foi a única forma que os moradores encontraram para criticar a demora no restabelecimento da energia elétrica na região, que sofreu desde domingo (11) com interrupções.

“Queremos chamar a atenção da sociedade e dos órgãos públicos de que isto é impossível. Tenho uma avó de 82 anos em casa que está tomando banho de canequinha”, reclamou a psicopedagoga Fernanda Pereira, 31.

A Eletropaulo não teria dado aos moradores uma previsão para que o problema fosse resolvido. “Via telefone não dão uma resposta para a gente, isto quando a gente consegue um atendente. O único lugar que consegui falar foi na ANEEL [Agência Nacional de Energia Elétrica] para gerar uma reclamação”, lembrou o motorista André Luis Monteiro, 35.

Segundo ele, um defeito em dois transformadores seria a causa da falta de luz. No momento do protesto, um carro da Eletropaulo estava no local para averiguar o problema, que teve início por volta das 18h de terça-feira.

“A gente não quer deixar este carro sair daqui enquanto não chegarem os transformadores”, disse Monteiro. “Não estava nem chovendo [no dia em que acabou a energia], é problema operacional”

A manifestação de ontem foi pacífica e tinha a presença de crianças e idosos, como a aposentada Vitória Figueiredo, 76.  “Eu tomo remédio fortíssimo, minha geladeira já perdeu tudo. Não tem mais nem o que comer direito”, reclamou.

A Eletropaulo informou que foram 800 mil clientes atingidos durante a semana e que nesta sexta-feira restabeleceu até 99% das ocorrências. Desde quarta-feira (14) a empresa alega que atendeu com prioridade a zona oeste por conta de ‘quedas de árvores e galhos na rede’.

“Equipes da AES Eletropaulo estão concentradas, principalmente, nas zonas sul e oeste da Capital e nos municípios de Cotia, São Lourenço da Serra, Embu das Artes e Itapevi”, citou.

Thiago Baltazar, 25, é correspondente do Butantã
@thi_baltazar
thiagobaltazar.mural@gmail.com