Chuvas provocam bloqueio e transtornos no Jardim Damasceno

Por Blog

No meio do caminho há um bloqueio. Moradores do Jardim Damasceno, na zona norte de São Paulo, estão enfrentando a interrupção na rua Gregório Pomar, uma das vias principais do bairro. O problema ocorre por conta de um solapamento no asfalto, provocado pelas chuvas, desde 28 de dezembro do ano passado.

A circulação das duas linhas de ônibus que percorrem o trecho foi alterada, desde o último dia 5, segundo a SPTrans. Desde então, o ônibus 971-D JD. Damasceno – Center não sobe o morro até o seu antigo ponto inicial. O micro-ônibus, que faz a linha 9032-10 Jd. Damasceno – T.T.V. N Cachoeirinha, passou a dar mais voltas por outras ruas do bairro. (Veja as alterações abaixo)

De acordo com a Subprefeitura Freguesia/Brasilândia, no dia 5 de janeiro, começaram a construir um muro de arrimo para conter a erosão e impedir o desabamento do resto da via. A CET foi acionada para desviar o trânsito no entorno. Durante as obras, as redes da Vivo e da Sabesp também tiveram que ser verificadas, uma vez que apresentaram fiação exposta e vazamento de água.

Uma casa, ao lado da subida onde ocorreu o solapamento, foi atingida. Segundo vizinhos, o morador mudou-se desde o ocorrido. A reportagem não conseguiu localizá-lo.

X

“A pista desabou, mas ninguém foi atingido na casa. O morador não estava lá, por sorte”, conta a dona de casa Roseane Maria da Silva, 37, que mora próximo ao local.

Até a última quarta-feira (14), o bloqueio começava com pontos de sinalização no cruzamento das ruas Hugo Ítalo Merigo com Feliciano Malabia, terminando com blocos de concretos colocados na altura do número 30 da rua Gregório Pomar.

Na quinta-feira (15), a interrupção era feita apenas próximo ao local do solapamento na rua Gregório Pomar, o que fazia com que muitos veículos chegassem até o local e tivessem que retornar. Apenas motos, bicicletas e pedestres cruzam os bloqueios.

“A situação está complicada, principalmente para idosos e gestantes que precisam subir por aqui a pé, por estarmos sem ônibus. Minha avó mesmo de 72 anos tem sofrido muito. Sem contar que todo dia chove e desce muita lama para as casas, que vem dessas obras, que parecem ir muito longe ainda”, diz a balconista Josemare Costa de Oliveira, 33.

Em nota, a Prefeitura informou que a obra está em andamento e, caso não haja nenhum imprevisto entre as partes envolvidas, estima-se que em aproximadamente um mês seja concluída. A SPTrans informou que as linhas voltarão ao itinerário de origem assim que as obras forem concluídas e não existam mais bloqueios no meio do caminho.
Confira a alteração nas duas linhas de ônibus que atendem o bairro:

Linha 9032/10 Jd. Damasceno – T.T.V.N. Cachoeirinha
Ida – normal até a Rua Gregório Pomar, Rua Domingos Arevalo, Rua Emilio Castro, Rua Daniel Cerri, Rua Cirilo Correia, av. Hugo ítalo Merigo, Rua Talha Mar, prosseguindo normal.
Volta – normal até a Av. Hugo Ítalo Merigo, Rua Cirilo Correia, Rua Daniel Cerri, Rua Emilio Castro, Rua Domingos Arevalo, Rua Gregório Pomar, prosseguindo normal.

Linha 971D/10 Jd. Damasceno – Center Norte
Ida – Rua Grumixá, Rua Talha Mar, Av. Hugo Ítalo Merigo, Rua Cirilo Correia, Av. Hugo Ítalo Merigo, Rua Talha Mar, Rua Grumixá, prosseguindo normal.
Volta – normal até a Rua Talha Mar, Av. Hugo Ítalo Merigo, Rua Cirilo Correia, Av. Hugo Ítalo Merigo, Rua Talha Mar e Rua Grumixá,

Observação: Com a impossibilidade de acesso ao ponto inicial instalado na Rua Domingos Arevalo, a linha terá um ponto na Rua Grumixá nº41.

Cleber Arruda, 33, é correspondente da Brasilândia
@CleberArruda
cleber.mural@gmail.com