Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Terceiro piscinão começa a ser construído em Cidade Ademar

Por Blog

O tapeceiro João Batista Mariano, 58, perdeu as contas de quantas vezes compareceu a reuniões com representantes da prefeitura nos últimos dez anos. Ele e outros moradores de Cidade Ademar, zona sul de São Paulo, pediam que fossem tomadas medidas para acabar com as enchentes do córrego Cordeiro, que transborda e inunda casas nas ruas Rolando Curti e Pranto do Mar.

Desde o começo do ano, o tapeceiro vê, do fundo de sua casa, tratores e operários trabalhando na construção do reservatório da rua Álvares Fagundes, que pretende amenizar o problema das enchentes na região. A obra deve ficar pronta em dezembro deste ano, de acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras.

Segurando um álbum com cerca de 20 fotografias tiradas em enchentes passadas, João relembra fatos que marcaram. “Uma vez a chuva levou a cozinha de uma mulher e a sala de outra. Levou TV, jogo de sofá, tudo”, recorda.

X

As enchentes no local são frequentes no verão há pelo menos 30 anos. Moradora do bairro desde 1986, a aposentada Sebastiana Gabriela, 68, conta o que teve que fazer para que a água não invadisse sua casa. “Colocamos quatro caminhões de terra (na fundação da casa) e construímos quarto e cozinha em cima”.

Quem perde tudo e tem condições, vai embora. Mas outros também chegam. É o caso do comerciante Adão Martins, 37, que recentemente alugou um bar em uma área com risco de inundação. “Foi a oportunidade que surgiu”, diz Martins, que conhecia o histórico de alagamentos do local, mas ficou aliviado quando soube da construção do piscinão. “Será bem melhor”, afirma confiante.

Nos últimos anos, os moradores têm se virado como podem para escapar das enchentes. “Todo mundo está fechando a frente [de casa], colocando aquelas comportas de ferro. Então a água vem pra cá. Tem um ano e meio, dois anos que começou a encher minha casa”, diz João Batista, que mora em uma parte mais elevada da rua Rolando Curti e mesmo assim não escapa da água em dias de chuva muito forte.

Segundo ele, o local já enfrentou duas enchentes neste ano. Ambas de proporções bem menores que as de anos anteriores. A esperança é de que nos próximos anos não tenha nenhuma.

O reservatório da rua Álvares Fagundes é um dos três piscinões em construção no bairro e terá 15 metros de profundidade. Os outros dois, localizados entre a rua Rodrigues Montemor e a avenida Cupecê e na praça Aristides de Souza Mendes, já operam neste verão, mas ainda não estão finalizados.

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, a próxima etapa é o fechamento destes reservatórios e a reconstrução de praças sobre eles. “Ainda este ano começam as obras da segunda fase do córrego Cordeiro, que irá executar mais três piscinões [além dos citados no texto]”, informou a secretaria.

Diogo Marcondes, 27, é correspondente de Cidade Ademar
@Diogomarcondes
diogo.mural@gmail.com

Blogs da Folha