Blocos de rua agitam carnaval na região do M’ Boi Mirim

Por Blog

O fim de semana no Jardim Ângela foi animado. Blocos carnavalescos de rua saíram pelos bairros da zona sul de São Paulo e levaram música e alegria junto com a comunidade. Ainda haverá desfiles nesta terça-feira (17), no jardim Monte Azul.

Desde 2013, o Bloco do Hercu desfila no jardim Herculano, criado pelo Coletivo Sarau do Hercu, que há quatro anos busca fomentar a cultura e entretenimento no bairro com a participação dos moradores e coletivos da região.

O grupo surgiu com a proposta de resgatar o carnaval de rua.“Queremos trazer a alegria para a comunidade, que abraçou nosso bloco e que a cada ano torna mais numeroso o número de foliões. É um bloco da comunidade para a comunidade”, comenta Jailton Estevam, 26, um dos organizadores do Hercu.

Ele ressalta que tem o apoio do Centro para Crianças e Adolescentes Nossa Senhora de Fátima (CCA) e do bloco Império do Morro, do jardim São Luís, que emprestaram instrumentos e a comunidade que está presente em todas as etapas, desde organização à bateria. Com o dinheiro arrecadado no evento este ano irão iniciar a compra de instrumentos para o bloco.

Bloco do Hercu desfila na região desde 2013 (Foto: Cintia Gomes/Blog Mural)
Bloco do Hercu desfila na região desde 2013 (Foto: Cintia Gomes/Blog Mural)

Cerca de 600 pessoas acompanharam entre crianças, jovens, idosos, a maioria moradores do Herculano, bairros vizinhos e de blocos parceiros.

No som estava a bateria e Sergio Ferreira, 47, morador do Jardim Tereza, mais conhecido como DJ Vovô, que animou a concentração e a dispersão com marchinhas e sambas de carnaval.

“Esse resgate da essência dos blocos carnavalescos contribui para a formação cultural da nossa juventude. Por estar virando uma tradição, teve muita gente disposta a brincar e entrar no espírito da folia”, diz DJ Vovô.

A moradora do jardim Planalto Lidiane Abreu, 30, conta que participa desde o primeiro desfile. “É muito divertido, não tem brigas e gosto da bateria que é composta por adultos e crianças, além da rainha da bateria que é muito animada”.

O desfile ocorreu domingo (15) das 14h às 22h. Houve acompanhamento da Companhia de Engenharia de Tráfego  (CET), Polícia Militar e Guarda Civil Metropolitana durante o percurso.

Foliões do xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foliões do Bloco do Beco em desfile neste fim de semana (Foto: Cintia Gomes/Blog Mural)

Outro grupo que animou o fim de semana foi o Bloco do Beco, um dos mais antigos da região e criado nos escadões do Jardim Ibirapuera em 2002, que embalou a folia no sábado (14) com o a marchinha dos “7×1 – Ki chute, meu bem, Ki chute, a pátria da chuteira virou pátria do chucrute”, que brinca com a semifinal entre Brasil e  Alemanha na Copa do Mundo no ano passado.

Já nesta segunda-feira (16) a partir faz 19h, o bloco Afro é Di Santo desfila no Piraporinha com o samba: “São cinco anos que seus tambores vem tocando”.  E amanhã (17) às 15h, no Jardim Monte Azul, será a vez do Império do Morro, com o tema: “És força, superação, beleza, mãe. Filha e soberana. És fascinação! Mulher”.

Cíntia Gomes, 31, é correspondente do Jardim Ângela
@cintiamgomes
cintiagomes.mural@gmail.com

SAIBA MAIS:

Aos 78 anos, escola de samba do Glicério busca se reinventar

Mural indica blocos e desfiles na Grande SP e em bairros da periferia

Bloco de músicos de Itaquera homenageia morador

Carnaval na Mooca tem venda de canoli e desfile com bondinho