Compartilhe sua foto e história sobre a falta de água em São Paulo

Por Blog

Infraestrutura inadequada e mal planejamento público das redes de abastecimento agravaram-se nos últimos meses, e a falta de água tornou-se rotina para moradores da Grande São Paulo.

Para conhecer relatos de quem está lidando com esse problema, a nova edição do Meu Mural irá receber fotos que retratam a falta de água na periferia. O prazo vai até 18 de abril.

Vale enviar fotos de vazamentos, canos e instalações mal-feitas, falta de sistema de distribuição de água potável, caminhões-pipa, além de imagens das alternativas usadas pelos moradores para lidar com a situação, incluindo meios de armazenamento de água, construção de cisternas, entre outros.

As imagens e relatos podem ser enviados até 18 de abril / Foto: Humberto Müller
As imagens e relatos podem ser enviados até 18 de abril / Foto: Humberto Müller

As imagens podem ser enviadas pelo e-mail meumural.mural@gmail.com ou pelas redes sociais, adicionando a hashtag #olharMural (verifique antes se o seu perfil e/ou postagem são públicos).

A partir de agora, o leitor também tem um novo canal de comunicação com blog. O Mural passa a contar com um número para receber mensagens pelo aplicativo WhatsApp. Basta adicionar (11) 98719-8910 aos contatos e mandar as fotos diretamente do celular.

Ao enviar a imagem, o fotógrafo-leitor deve informar o local exato (rua e bairro) onde ela foi registrada e incluir um breve relato.

Uma equipe do Mural irá selecionar as melhores imagens para serem publicadas. Elas também poderão se transformar em reportagens e histórias que serão contadas pelos nossos correspondentes no blog.

O regulamento completo está disponível aqui.

SOBRE O MEU MURAL

O Meu Mural é uma seção do blog que divulga imagens do cotidiano da periferia pelos olhos de fotógrafos amadores ou profissionais das mais diversas regiões da Grande São Paulo. Com o intuito de se aproximar dos leitores, o Mural cria campanhas temáticas desde junho do ano passado.

O espaço já rendeu diversas histórias, entre elas o time de várzea em Taboão da Serra que tem craques com mais de 50 anos ou o futebol amador que luta para se manter em São Bernardo do Campo. Também já recebeu alguns flagras de leitores, como no período eleitoral, onde registraram a propaganda abusiva nos bairros.

AS ÚLTIMAS EDIÇÕES

Espírito natalino na periferia

Propaganda eleitoral irregular

Onde está a sua arena?