Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Em Poá, moradores arrecadam doações para vítimas de enchente

Por Blog

A dona de casa Cleufi de Almeida, 74, fez mais um aniversário no último domingo (10). O que era para ser uma comemoração virou dor de cabeça, pois ela ficou sem seus eletrodomésticos e móveis, atingidos pela enchente que castigou a cidade de Poá, na Grande São Paulo, no dia anterior (9).

“Passei meu aniversário na lama. Estou tendo que dormir e comer na casa da minha vizinha. Não sobrou nada na minha casa. Em seis anos que moro aqui passei por três enchentes [em dezembro de 2014 e fevereiro de 2015], mas essa foi a pior de todas”, desabafa ela, que vive em uma das regiões mais afetadas pele alagamento, a Vila Romana.

As comportas que protegiam a casa do aposentado Sebastião Martins de Souza, 75, tinham 1,35 de altura, mas mesmo assim a água ultrapassou e invadiu tudo. “Vivo aqui há 30 anos e sempre corremos esse risco”, conta o morador.

X

Ao total, 14 bairros foram atingidos, entre eles Vila Perracine, Vila Lúcia, Vila Perreli, Cidade Kemel, Dom Manoel, Jardim Estela, Conjunto Alvorada, Vila Anchieta, Nova Poá, Calmon Viana, Vila Jaú e Vila Varela.

De acordo com a Secretaria de Habitação, 150 pessoas tiveram de ser desalojadas, seis famílias foram encaminhadas para o auxílio moradia e outras três para serem inclusas no programa Minha Casa, Minha Vida.

No centro da cidade o cenário é de devastação, principalmente nas redondezas do Córrego Itaim, que corta boa parte do município e transbordou. Comerciantes foram prejudicados, perderam mercadorias na enxurrada e muitos ainda não conseguiram reabrir o estabelecimento nos últimos dias.

Para receber auxílio, as famílias vítimas da enchente devem ir até a prefeitura (caso um representante não tenha comparecido em sua residência).

Se você quer ajudar, há diversas ações dos moradores e de órgãos públicos que estão recebendo roupas, produtos de higiene, produtos de limpeza, alimentos e brinquedos para crianças.

Beto Melo, 33, é comerciante e ativador do projeto social Street Store em Poá. Ele se disponibilizou para receber doações em sua doceria em frente a Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes, na avenida 26 de Março. “Eu faço uma triagem e depois levo de carro na casa dos moradores”, explica.

O Conselho Tutelar também está recebendo ajuda. “Estamos arrecadando roupas para crianças e também brinquedos. Vestimenta e alimento são os itens principais para pessoas que hoje estão sem nada”, diz Maria Luciana Panão, uma das conselheiras da equipe.

Na segunda-feira (11) o prefeito de Poá, Marcos Borges (PPS), decretou situação de emergência em todo o município. “Com o decreto, vamos desburocratizar ações que podem ser feitas diretamente pelo município, como compra de alimentos e mantimentos às famílias atingidas pelas enchentes e aluguel de equipamentos para limpar e desassorear o próprio piscinão, córregos e rios”, informa o prefeito.

Ao Mural, a assessoria de imprensa disse que haverá isenção de IPTU para aqueles que tiveram seus imóveis alagados. “Um plano de ação em saúde também já está sendo executado para atender aquelas pessoas que tiveram contato com a água da enchente, ou seja, elas terão todo o acompanhamento”, completam.

De acordo com a Defesa Civil, o índice pluviométrico de chuva no sábado (9) foi de 82,5 milímetros, chegando a 88 milímetros nos momentos de pico.  O piscinão da Vila Romana, orçado em R$ 50 milhões, começou a ser construído em 2013 e apresenta apenas 39,45% da obra concluída.

Veja os endereços que estão recebendo doações:

Bomboniere D’Melos – av. 26 de Março, 336, Centro, tel. (11) 94949-2115.

Conselho Tutelar de Poá – r. Marina La Regina, 125, Centro, tel. (11) 4638-1019.

Fisk Poá  – av. 26 de Março, 146, Centro,  tel. (11)  4636-1826.

Praça de Eventos – av. Antônio Massa, 150, Centro.

Secretaria de Assistência Social – r. Alberto Rossi, 130, Centro.

 

Também é possível deixar doações nos centros de assistência da cidade:

CRAS da Vila Jaú  – r. Gerônimo Maziero, S/N, Vl. Jaú, tel. (11) 4639-2996.

CRAS do Jardim São José – av. Águas de São Pedro, nº 411, Jd. São José, tel. (11) 4636-1932.

CRAS Calmon Viana – av. Getúlio Vargas, nº 955, Calmon Viana, tel. (11) 4380-2050.

CRAS Cidade Kemel – r. Vitor Barbosa Guisar, nº 179, Cid. Kemel, tel. (11) 4636-5879.

CRAS Centro – r. Fernando Pinheiro Franco, 122, Centro, tel. (11) 4638-9060.

 

Tamiris Gomes, 25, é correspondente de Poá
@tamirisgs
tamirisgomes.mural@gmail.com

Blogs da Folha