Espaço de cultura propõe compartilhar convivências entre artistas em Guarulhos

Há dois anos, artistas e profissionais do meio criativo de Guarulhos, na Grande São Paulo, transformaram uma casa em um ponto de cultura. O objetivo era criar um ambiente amigável e convidar as pessoas para visitas, eventos ou, até mesmo, morar no local para vivenciar novas experiências.

Trata-se do Espaço Coletivo, localizado no bairro Vila Galvão. Neste sábado (23), às 13h, vários grupos da cidade irão se apresentar [veja abaixo].

A ideia da casa comunitária surgiu pela tendência de compartilhamento, na qual diferentes pessoas unem seus recursos para fins em comum. A proposta do grupo é promover um estilo de vida baseado nessa ação de compartilhar até os aspectos de suas vidas.

“Nesse mundo, em que nos tornamos tão individualistas, a única coisa que importa são os relacionamentos e laços que criamos”, comenta Maria Flávia Nil, 25, moradora da casa há dois anos. “Viver em comunidade pode ser uma forma de nadar contra a corrente”, completa.

. O local promove debates sobre temas atuais e estudo bíblico não religioso entre moradores e visitantes (Foto: Divulgação)
O local promove debates sobre temas atuais e estudo bíblico não religioso entre moradores e visitantes (Foto: Divulgação)

Com vários quartos, um jardim, piscina, além de um gato e um cachorro, a casa já teve cerca de 20 moradores dividindo o aluguel.  O projeto nasceu de uma parceria com o Manifeste – coletivo artístico-cultural de São Paulo. Segundo os idealizadores, o conceito é inédito no Brasil, com o propósito de fortalecer a amizade entre os residentes e reforçar valores de companheirismo e cooperação.

Na cidade, já participaram bandas guarulhenses como Coyotes, Arara Saudita, Luneta Vinil e os rappers Emerson Rosa e Yago Félix. A casa também já recebeu nomes conhecidos nacionalmente como Bullet Bane, Medulla e Kivitz, além da banda norte-americana White Collar Sideshow.

“É um ambiente gostoso de estar para assistir a um show ao ar livre. Tem uma atmosfera diferenciada”, conta Vinicius Güelfi, 26, baixista da banda Arara Saudita. A descontração e proximidade com a plateia são um destaque nos shows do espaço. “Tocamos na grama com o público. Existe uma diferença, o ambiente favorece a informação disseminada por lá”, lembra.

Bazares de roupas e acessórios são realizados durante os eventos para promover uma atitude sustentável contrapondo o consumismo
Bazares de roupas e acessórios são realizados durante os eventos para promover uma atitude sustentável contrapondo o consumismo

Os eventos têm manifestações artísticas como workshops de street art, exposições e live painting, além de exibições de filmes e documentários, bazar de roupas e estudos bíblicos para não religiosos – parte importante da dinâmica do espaço, que defende a fé e espiritualidade como algo essencial.

Neste sábado, entre as atrações estão NLM Alegórica, LIST, Livrato, Sextans e As Despejadas, a última retratada recentemente no Mural. Informações sobre o evento na página do grupo.

Tamires Tavares, 24, é correspondente de Guarulhos
@tamytavares7
tamirestavares.mural@gmail.com