Região de Poá se transforma em centro gastronômico

Por Blog

É noite de sábado e o estudante Guilherme Augusto Martins, 19, morador de Poá, na Grande São Paulo, se arruma com os amigos para se divertir em uma hamburgueria, localizada na avenida Nove de Julho, na região norte da cidade. Porém, até alguns anos atrás, o passeio de Guilherme e seus amigos seria impensável. “Havia pouquíssimas opções para sair aqui em Poá, principalmente no nosso bairro. Se quiséssemos sair para comer, tínhamos que ir em outra cidade”, afirma.

Até 2010, a avenida Nove de Julho e seu entorno eram basicamente residenciais. A via, localizada às margens da zona industrial, servia apenas como uma ligação entre a rodovia SP-66 e o centro da cidade. “Era um lugar com poucos pontos isolados de comércio, como algumas lojas de autopeças. Havia pouco fluxo de pessoas”, lembra a professora Simone Leite, 39, moradora da região.

Porém, nos últimos anos, após a abertura de grandes redes de fast-food, o local experimenta uma crescente de empreendimentos voltados para o lazer e gastronomia. A região já conta com uma grande variedade de restaurantes, cafés, barzinhos, pubs e casas noturnas. Essa nova área de lazer também está adentrando nas ruas que cortam a Nove de Julho, e na avenida paralela, a Vital Brasil.

“Resolvemos investir na região, justamente porque ela vem crescendo na área gastronômica. Além disso, ela não passa pelos mesmos problemas estruturais do Centro da cidade, como enchentes, por exemplo”, explica Fernando Miranda, 52, cheff da hamburgueria Rock ‘n’ Road.

Para Simone, a vinda desses estabelecimentos tornou a região mais segura. “Agora as pessoas circulam mais tranquilamente ao longo do dia e da noite”, conta.

Lucas Landin, 20, é correspondente de Itaquaquecetuba e Poá
@landinou
lucaslandin.mural@gmail.com