Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Área verde sem cuidados causa preocupação no Jardim Fontalis, na zona norte

Por Blog

Há 20 anos, moradores do Jardim Fontális, na zona norte de São Paulo, assumiram a limpeza de uma área de preservação localizada na rua Presidente Bartolomé Mitre. Sem cuidados da subprefeitura, no entanto, o espaço virou um depósito de entulho e preocupa quem vive por perto do local.

“É o pessoal da rua que capina e cuida. Por conta de usuários de drogas, os moradores daqui conversaram com os da rua de cima e decidiram cercar o terreno. Não tem dedo nenhum da prefeitura aí”, conta a dona de casa Cláudia Aparecida, 48.

O espaço foi aproveitado para pequenas plantações e até a criação de galinhas. Cada um se responsabiliza por cuidar da área à frente de suas casas.

O problema é que na parte final do espaço, onde não há residências por perto, a situação é complicada, devido ao lixo e entulho descartado e com o risco de focos do criadouro do mosquito da dengue.

Placa sobre a proibição de jogar lixo no local; moradores relatam receio do criadouro do mosquito da dengue (Foto: Karina Oliveira/Folhapress)

“Na verdade, há 20 anos, o responsável pelo loteamento de alguns terrenos do bairro falou que poderíamos plantar árvores, fazer galinheiro e que só não poderíamos construir por ser uma área preservada. E cada um plantou o que quis”, reforça Claudia.

Segundo moradores, os agentes de saúde fazem visitas, mas apenas jogam inseticida onde a água fica exposta, mas não averiguam por inteiro. Um esgoto a céu aberto deságua na rua e permanece sem cuidados.

“Já pedimos soluções para as autoridades e eles falam que vão canalizar, mas não fazem nada. E o pior é quando chove, porque fica parecendo um rio. Enche todinha a rua debaixo”, completa.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Entulho depositado em área que não tem moradias por perto (Foto: Karina Oliveira/Folhapress)

Questionada, a subprefeitura do Jaçanã/Tremembé informou que não encontrou reclamações ou solicitações em aberto relacionadas ao local e que foram feitas obras em 2011, como a construção de um muro de arrimo e uma escada hidráulica para drenar as águas pluviais e resolver o problema de erosão do solo.

Referente à inspeção de focos de dengue, informou ter encaminhado a solicitação à Supervisão de Vigilância e Saúde (SUVIS/JT). Sobre os lixos e entulhos, afirmou que fará uma programação da limpeza junto à equipe de Cata-Bagulho e a de capinação das áreas verdes do bairro.

Karina Oliveira, 21, é correspondente da Vila Ayrosa

Blogs da Folha