Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

História de São Miguel será contada por grafites em muros do bairro

Por Blog

Na segunda-feira (11), cerca de trinta grafiteiros, moradores da região de São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo, começaram a grafitar 900 metros dos muros da avenida José Artur Nova, no distrito do Jardim Helena. Serão 228 painéis que contarão os 394 anos de história do bairro.

A temática histórica foi pesquisada pelo ativista cultural Valdemir Lima, 40, morador da região e organizador do evento. Os artistas convidados tiveram palestras sobre a história do bairro em especial sobre a época de cada painel que irão pintar.

O grafiteiro Eduardo Barretos, conhecido como Eduardo Xyrox, 34, irá participar. “Dar ciência e registrar a história de um bairro que foi um dos primeiros em São Paulo é viajar no tempo. Tem coisas que eu nem conhecia”, diz. Xyrox foi convidado por uma ONG Alemã para pintar alguns muros e painéis na cidade de Berlim, na Alemanha, em setembro.

O professor universitário de artes visuais Alexsandro Gomes dos Santos, 32, conhecido como Alex Chuck, também é um dos grafiteiros convidados e irá pintar 15 painéis. “Isto que estamos fazendo é uma aula de história de um lugar que fez e faz a história do Brasil. Tem passagens históricas que eu nem conhecia e olha que moro aqui desde 1992”, afirma.

O painel com a história de São Miguel começou a ser grafitado na segunda-feira (11). A previsão é de ser finalizada antes do aniversário do bairro (Vander Ramos/Folhapress)
A história de São Miguel começou a ser grafitada na segunda. A previsão é finaliza-la antes do aniversário do bairro (Vander Ramos/Folhapress)

Manulo Silva Sauro, 44, é um dos coordenadores do projeto e relata que foi fácil unir a equipe de grafiteiros da região. “Temos muitos artistas aqui em São Miguel e ao falarmos da nossa proposta, com cada um, a adesão foi imediata”, diz. Ele explicou que cada grafiteiro irá pintar de 12 a 15 painéis com medidas de 2 metros de largura por 2,5 metros de altura.

A iniciativa conta com recursos da Lei Rouanet, captados nas duas maiores indústrias da região que de imediato apoiaram a proposta cultural. Os muros são da Votorantim Metais e Nitro Química, que preparou o muro, fechou alguns buracos e pintou os 900 metros com tinta branca.

A organização afirma que o painel temático será o maior da América Latina com grafites contando a história de um lugar.

O maior painel de grafite da América Latina foi pintado em 2014 na avenida 23 de maio, segundo a Prefeitura de São Paulo, onde 200 grafiteiros de diversas regiões foram convidados para pintar 5,8 quilômetros de muros entre o Terminal Bandeira e o Museu de Arte Contemporânea. A galeria teve tema livre, diferente do de São Miguel onde há temática histórica.

No mesmo ano, no bairro de Itaquera, cerca de 4 km dos muros da linha 3-vermelha do metrô foram grafitados por 70 artistas sob a temática Copa do Mundo.

De acordo com Lima, a previsão é que até o final de agosto os painéis estejam finalizados, a tempo dos festejos de aniversário do bairro, em setembro.

Vander Ramos, 56, é correspondente do Itaim Paulista
vanderramos@agenciamural.com.br

Blogs da Folha