Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Alunos doam mechas de cabelo em meio a campanhas contra o câncer em Guarulhos

Por Blog

Foi em 2014 que a aluna Isabela Campos de Oliveira, 17, assistiu a uma aula de biologia na qual um dos assuntos tratados foi o câncer. Desde então, Isabela e alguns amigos, com o auxílio de professores, passaram a orientar pais e mães sobre a prevenção da doença, na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo.

A ação na Escola Estadual Louis Braille ocorre pela terceira vez, com palestras para alertar a prevenção e o autoexame. Neste ano, os estudantes também irão doar mechas de cabelo para o Hospital Pérola Byington – Centro de Referência da Saúde da Mulher, em São Paulo.

“Duas colegas de classe e uma professora comentaram que gostariam de cortar os seus cabelos, mas não sabiam como realizar uma doação, então tivemos a ideia de atrelar esse desejo ao que já realizávamos há três anos, o nosso Outubro Rosa”, conta Isabella.

O colégio faz parte do Polo Inclusivo de Guarulhos, que tem como objetivo a inserção social. “Para que nenhum aluno ficasse de fora, as nossas comunicações também estavam claras para os alunos que possuem deficiência auditiva e visual”, completa.

Alunos fazem ação na escola dede 2014 (Foto: Divulgação)
Alunos fazem ação na escola dede 2014 (Foto: Divulgação)

Aproximadamente 100 mechas foram doadas e agora os alunos  aguardam o hospital para realizar a doação.

O grupo foi formado pelos alunos Bruno Henrique Santos Prado,17, Joyce Rodrigues Pereira,17, Gabriele Ramos Vieira,17, Isabela Campos de Oliveira,17, Karen Correia de Sousa, 18, e Monica Aparecida Ferreira Torres,17.

Eles visitaram o Graac (Grupo de Apoio ao Adolescente e a Criança com Câncer) para vivenciar a história de pacientes e repassar informações sobre o câncer.

Ao todo, 1.300 alunos e 120 funcionários da escola foram envolvidas nas ações promovidas pelos estudantes. “Lembrando que as informações são multiplicadas porque esses alunos trouxeram suas mães, vizinhos e amigos”, ressalta Isabella.

“Nos dias atuais em que a educação é tratada como refugo, me sinto privilegiada em ter acompanhado esses alunos desde o início do Ensino Médio e, na reta final deles dentro da escola, estão a frente de um projeto que mobilizou toda a comunidade”, diz a professora de matemática Paula Soares, 31.

Jéssica Souza, 25, é correspondente de Guarulhos.

Jsouza.mural@gmail.com

Blogs da Folha