Linhas de ônibus serão reorganizadas em Guarulhos, diz prefeito eleito

Por Blog

O prefeito eleito de Guarulhos, Gustavo Costa, o Guti, 31, promete rever os contratos com empresas de ônibus e reorganizar as linhas em seu mandato, que começa em janeiro.

Guti também promete maior integração com o governo estadual para lidar com duas questões caras aos guarulhenses: o abastecimento de água, ainda marcado por rodízios, e a chegada do transporte sobre trilhos. Há planos para ampliar a linha 13-jade até Bonsucesso e de trazer a linha 2-verde do metrô até a via Dutra.

Integrante do PSB, Guti teve uma vitória expressiva: no segundo turno: recebeu 83,5% dos votos. Veja abaixo a entrevista que ele concedeu à Agência Mural.

X

 

Mural – Em sua avaliação, quais são as medidas mais urgentes que devem ser tomadas no início do mandato?

Guti – Segundo os próprios moradores, os maiores problemas da cidade são saúde e emprego. A nova gestão terá o dever de responsabilizar-se pela estruturação de um sistema de saúde que funcione, pela promoção de uma educação digna e, principalmente, por uma segurança efetiva que proporcione bem-estar social a todos. É preciso dar ênfase à transparência, inovação e tecnologia para que as políticas públicas cheguem à sociedade, possibilitando um futuro no qual os direitos dos guarulhenses sejam respeitados.

Os bairros periféricos são os que mais sofrem com problema de transporte. Existe alguma medida prevista para atender mais pessoas?

Nossa missão será rever os contratos com empresas de ônibus e manter um diálogo próximo com o governo do Estado para melhorar as condições do transporte coletivo, com maior número de veículos circulando pela cidade, a fim de diminuir o tempo de espera.  É fundamental a construção de um novo modelo sistêmico, com a reorganização das linhas de ônibus, permitindo que as pessoas se desloquem em veículos de qualidade, em um espaço de tempo mais curto e com segurança.

O metrô é uma das grandes cobranças dos moradores de Guarulhos. Já existe alguma medida prevista para a acelerar a vinda do metrô até a cidade?

Estive com o governador Geraldo Alckmin na semana passada e um dos assuntos que discutimos foi o Metrô em Guarulhos e a ampliação da Linha 2-verde. a fim de atender o município. Além disso, existe a intenção de ampliar a Linha 13-jade da CPTM até o Bonsucesso.

Segundo dados do censo de 2010, aproximadamente 120 mil pessoas se deslocam diariamente para outras cidades. Existe alguma medida prevista para gerar mais empregos em Guarulhos?

Guarulhos está perdendo os postos de trabalho devido à evasão das empresas e não há uma política que incentive o empreendedorismo para que novas oportunidades sejam criadas. Vamos trazer o Via Rápida, sistema que integra órgãos da prefeitura e do Estado, visando agilizar a abertura de empresas. O Fácil Empresarial Guarulhos será potencializado, utilizando entidades corporativas como aliadas. Criaremos cursos de empreendedorismo, em parceria com o Sebrae e entidades empresariais, objetivando a disseminação da cultura empreendedora e capacitação daqueles que querem empreender. Além disso, não descartamos o incentivo fiscal como ferramenta de geração de empregos.

Serão feitos investimentos em mais áreas de lazer em Guarulhos? A periferia será contemplada?

Nosso projeto é universalizar o lazer em Guarulhos. Se observarmos com atenção, os equipamentos de lazer, como parques, bosques, academias populares, pistas de caminhada, entre outros, encontram-se nas regiões que abrigam a sociedade de maior poder aquisitivo. Nos demais lugares, as poucas áreas de lazer estão abandonadas pelo poder público.

Na periferia é difícil encontrar calçadas acessíveis e inclusivas. Existe alguma medida prevista em sua gestão para essa questão?

Nosso programa tem uma grande preocupação com a inclusão de pessoas com deficiências e mobilidade reduzida. Vamos estabelecer uma política efetiva para o reparo da situação de maus cuidados das calçadas e lugares públicos, permitindo que a circulação seja de qualidade e segurança para todos, posteriormente, oferecendo estímulo para a implantação de calçadas táteis.

A atual gestão, de Sebastião Almeida (PT), deixará uma dívida de R$ 1,1 bilhão. Quais são as alternativas que o senhor tomará para lidar com as dificuldades financeiras da prefeitura?

O que precisamos fazer é colocar para funcionar o que já existe e terminar as obras paradas, fazendo uma análise setorial para identificar quais têm prioridade e concluí-las primeiro. Para isso, é preciso acabar com o desperdício de recursos públicos, rever contratos de prestação de serviços, coordenar os recursos de forma mais eficiente e eficaz, elaborar programas de incentivo às empresas, trazer o dinheiro para Guarulhos e mantê-lo aqui. O nosso plano é reduzir ao máximo os cargos comissionados – que somam aproximadamente 2.000 -, cortando os funcionários fantasmas e dando fim ao cabide de empregos. Com essa ação, minimizaremos o esbanjamento de dinheiro público, garantindo que haverá mais recursos.

Os reservatórios de água que abastecem Guarulhos voltaram ao volume normal, mas segundo o Saae (que gerencia o abastecimento local) não há previsão para a normalização no abastecimento, pois a Sabesp não estaria enviando a quantidade necessária de água. Hoje alguns bairros sofrem com o rodízio de água em seus bairros, sendo um dia com água e o outro sem. Há previsão para mudanças?

Diante a dívida do Saae com a Sabesp, Guarulhos recebe de 30% a 40% a menos do volume necessário para atender a todos os munícipes. Além disso, devido ao sistema hidráulico antigo, outros 40% do total de água são desperdiçados durante a distribuição. Já me reuni com o governador a fim de criar uma aproximação com a Sabesp e discutir a renegociação da dívida. Com um novo acordo firmado, teremos condições de buscar parceiros para auxiliar na quitação da dívida e, em sequência, fazer a troca dos equipamentos, para que recebamos a quantidade integral de água.

Em relação ao esporte, existe um plano de recuperação para os estádios do João do Pulo e o Ginásio da Ponte Grande? O que pretende fazer para incentivar o esporte na cidade?

Almejamos modernizar os atuais ginásios e centros esportivos, desenvolvendo uma política que vise soluções para aumentar a capacidade de investimento e potencialização do esporte. Hoje o município investe 0,3% do orçamento no esporte, nosso plano é aumentar o investimento para 1%.

O que a cidade de Guarulhos significa para você? Por que?

Não tenho lembranças da minha vida antes de Guarulhos. Foi aqui que aprendi a falar, andar, onde tive meus primeiros amigos e o lugar onde quero criar meus filhos. Guarulhos é minha vida e quero trazer qualidade de vida, bem-estar social e oportunidades ao guarulhense para que nossa cidade seja reconhecida como um bom lugar para se viver.

Jéssica Souza, 25, é correspondente de Guarulhos
Jsouza.mural@gmail.com
@falecomjess

Thalita Monte Santo, 23, é correspondente de Guarulhos
thalitamontesanto.mural@gmail.com
@litamontesanto