Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Moradores buscam doações para vítimas de incêndio em Paraisópolis

Por Blog

A quarta-feira foi literalmente de cinzas em Paraisópolis. Na tarde do último dia 1º, um incêndio de grandes proporções atingiu a segunda maior favela de São Paulo, na zona sul. Do alto das lajes, dezenas de moradores tentaram controlar as chamas com baldes d’água e mangueiras, até a chegada do Corpo de Bombeiros.

“Os bombeiros só chegaram para o rescaldo”, afirma o jovem morador Tales Smith, que tentou conter o fogo, mas teve sua casa incendiada. “Quero ver o que vão fazer por nós. Falar é fácil”, critica.

Pelo menos 50 barracos e casas foram atingidos. Estima-se que 1.000 pessoas tenham ficado desabrigadas. Não houve vítimas.

A auxiliar de escritório Fernanda Costa, 21, também perdeu a moradia no incêndio. Desabrigada, a jovem utilizou o grupo de moradores no Facebook para procurar uma casa “de dois cômodos no valor de R$ 300”.

A população local tem recorrido às redes sociais para divulgar fotos, vídeos e organizar campanhas de arrecadação. Informações sobre como e onde doar estão sendo disseminadas em diferentes grupos.

X

Dentro de Paraisópolis, alguns pontos pontos estão recebendo as doações como a  Paróquia São José (rua Itajubaquara, 412), a União de Moradores e Comércio de Paraisópolis (rua Ernest Renan, 1366) ou na loja Casas Bahia (rua Ernest Renan, 1032).

Fora da comunidade, haverá arrecadação em um evento no Vão Livre do Masp, na Avenida Paulista, neste sábado (4), das 14h às 18h. Os interessados poderão se dirigir ao local para doar alimentos, roupas, utensílios ou quaisquer outros itens, que serão recolhidos e levados a Paraisópolis.

CÍRCULO PERVERSO

Na noite desta quarta-feira, a União de Moradores publicou uma espécie de carta-aberta direcionada ao prefeito João Doria e ao governador Geraldo Alckmin, fazendo um apelo “para que não só atenda as famílias atingidas neste último incêndio, mas que dê o fim a esse círculo vicioso perverso” de incêndios na comunidade.

O texto também pede a retomada das obras de urbanização, que foram paralisadas desde o início da gestão de Fernando Haddad.

“A última gestão da Prefeitura paralisou por completo essas obras, sem sequer isolar a área de onde as famílias foram removidas, jogando no lixo o recurso até então investido”, diz o texto.

“O resultado é que as áreas foram reocupadas muitas outras vezes, sendo sempre desalojadas por tragédias como a de hoje ou ações de desocupação com uso de força policial”.

DOAÇÕES

As doações poderão ser realizadas até a próxima sexta-feira (10). Para outras informações, falar com William e Maria, em horário comercial, ou entrar em contato pelo telefone: 3739.2217 ou e-mail: contato@paraisopolis.org

As famílias atingidas que necessitarem de doações, devem se dirigir ao Serviço de Assistência Social à Família – SASF Paraisópolis, na rua Independência, 564. É preciso informar a necessidade E será montado um kit retirado mediante senha e registro.

Vagner de Alencar é correspondente de Paraisópolis
vagnerdealencar.mural@gmail.com

Blogs da Folha