Mural

Blog dos correspondentes comunitários da Grande SP

 -

Blog é escrito por correspondentes comunitários --em sua maioria estudantes ou já formados em jornalismo, mas, sobretudo, interessados em contar o que se passa na região em que moram, na periferia da Grande SP.

Perfil completo

Publicidade

Ônibus de São Bernardo ganham cores da gestão e são confundidos com intermunicipais

Por Blog

Tudo azul. Os micro-ônibus usados para o transporte público municipal de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, têm sido substituídos por novos coletivos em um processo que vai até o final do ano. De um lado, os novos veículos são maiores e apresentam mais conforto. No entanto, a cor também foi alterada e ficou semelhante aos intermunicipais da EMTU.

Os ônibus anteriores tinham diversas cores, como o branco e o laranja. Os novos são azuis na parte da frente e metade da carroceria, além do branco. Já as laterais e traseira têm tons azul, laranja, verde e cinza, que remetem à atual gestão do prefeito Orlando Morando. A prefeitura alegou que o novo layout foi opção da SBCTrans.

O coletivo tem atraído elogios sobre o conforto, mas críticas sobre a semelhança. “Esse novo é melhor por ser maior. No horário de pico o outro vinha muito cheio”, diz Cassia Dias, 49, faxineira e moradora do bairro Jordanópolis.

A consultora de vendas Isabella Cristina Martins Lima, 28, moradora de Diadema estava pegando ônibus em São Bernardo e apontou que o novo modelo era “mais confortável, mas o wi-fi não funcionou ainda”.

“Percebo que algumas pessoas mais idosas confundem com ônibus intermunicipais, levantando do ponto e pensando ser o municipal novo”, ressalta.

X

“No começo eu pensava que o novo ônibus era da linha intermunicipal, mas quando se aproximava percebia que era de São Bernardo por causa do letreiro”, diz a dona de casa Maria Penha Rodrigues, 68, moradora do bairro Jordanópolis.

O modelo tem 32 lugares, 12 a mais do que a versão micro, porta com acesso para pessoas com deficiência, wi-fi, ar-condicionado e tomada USB. Cada veículo custou R$ 400 mil, valor investido pela SBCTrans.

“Pra gente, que é idoso, agora não tem mais aquelas cadeiras da frente. Antes eu sentava e só rodava a roleta, sem precisar passar por ela. Mas pelo menos para entrar nesse ônibus está mais fácil”, avaliou a dona de casa Dejanira Ribeiro Calve, 82, também moradora do bairro Jordanópolis. “A gente faz um pouco de confusão, mas ao se atentar primeiro no nome e número conseguimos entender.”

LICITAÇÃO

A alteração ocorre a menos de um ano de uma licitação que abriria a concorrência para as empresas de transporte na cidade. A prefeitura informou que o contrato com a concessionária SBCTrans vence em setembro de 2018 e terá novo chamamento público com edital previsto para o primeiro semestre do próximo ano.

“A chegada de 55 novos ônibus Midi em substituição aos micro-ônibus, embora não estivesse no contrato de concessão, foi realizada por meio de negociação entre a [Empresa de Transportes Coletivos de São Bernardo do Campo, que gerencia o sistema],  e a concessionária SBCTrans, que entendeu a necessidade do investimento para trazer mais qualidade ao transporte público oferecido, com mais conforto ao usuário e manutenção da idade média da frota”, afirmou a gestão em nota.

Atualmente a frota tem 425 ônibus municipais, sendo 25 deles articulados sendo adaptados – porta do lado esquerdo – para os corredores de ônibus que ainda estão em obras.

Jariza Rugiano é correspondente de São Bernardo do Campo

jarizarugiano.mural@gmail.com

 

Blogs da Folha