Prefeitura Regional do M’Boi Mirim fecha Sacolão das Artes

Cíntia Gomes

As atividades do Sacolão das Artes, um espaço sociocultural localizado no bairro Parque Santo Antônio, na zona sul da cidade de São Paulo, estão suspensas desde o começo de março. A Prefeitura Regional do M’Boi Mirim fechou o local para reformas. O prazo inicial era de 15 dias, porém se estendeu para trinta. Nesta sexta-feira (6), no entanto, os coletivos foram comunicados que o espaço será fechado por tempo indeterminado e que precisam retirar seus materiais.

O Sacolão das Artes existe há dez anos e é considerado uma conquista dos moradores do Parque Santo Antônio. O local é coordenado por um coletivo gestor formado por grupos culturais, sendo sede para muitos deles, funcionando ainda como local para para discussões sobre educação e artes.

De acordo com Juliana Fogaça, uma das gestoras do espaço, no dia 2 de março, representantes da prefeitura regional e a Defesa Civil compareceram ao local sem avisar. Realizaram vistoria no horário em que acontecia atividades com as crianças. Na ocasião, a Defesa Civil encontrou 16 itens de elétrica e hidráulica para conserto. Juliana conta que não havia problema após as devidas reformas voltar às atividades. O local, porém, foi fechado.

“Sem entregar nenhuma documentação, recebemos uma ligação ontem (4) de que deveríamos tirar tudo o que temos no espaço. Estamos aqui com o representante da área de cultura da Prefeitura Regional do M’Boi, Reginaldo Oliveira Santos, e a GCM [Guarda Civil Metropolitana]. Só com a presença deles seria liberada nossa entrada para retirada de tudo que temos e construímos aqui, sem nenhuma previsão se teremos o espaço de volta”, afirma Juliana,  que é também integrante da Escola de Samba Cacique do Parque.

Procurado pela Agência Mural, o chefe de gabinete, Silvio Ricardo, informou que foi o local foi interditado por falta de segurança e insalubridade, conforme publicado no Diário Oficial de 20 de março:

Atividade no Sacolão das Artes com as crianças (Divulgação)“A Prefeitura do Município de São Paulo, através da Prefeitura Regional M’Boi Mirim, em observância a legislação, vem COMUNICAR que, após a constatação de risco iminente, pelos técnicos desta Prefeitura Regional, notadamente pela Defesa Civil, aos munícipes que utilizam os serviços do equipamento público, denominado “Sacolão das Artes”, situado na Rua Cândido Xavier, nº 577, Parque Santo Antônio, o respectivo equipamento público foi “fechado”, por tempo indeterminado e, oportunamente, a Municipalidade realizará intervenções no local, objetivando sanar os problemas apresentados no relatório oriundo da Defesa Civil e, a Comunidade poderá utilizar o local sem riscos a sua integridade física.”

O local oferecia programação gratuita com oficinas, cursos e atividades culturais e esportivas. O sacolão contava com escolinha de futebol, capoeira, kung fu, aulas de inglês, dança, bateria, batucada, mestre sala e porta bandeira mirim, tai chi chuan e artes para a terceira idade.

Um dos projetos que acontecia no espaço era o Inglês para Todos, coordenado por Débora Burigatto, moradora do Capão Redondo, que junto com outros professores voluntários ofereciam curso de seis meses do conhecimento básico, intermediário e avançado de inglês, para 20 crianças de 7 a 11 anos, moradores das redondezas do Parque Santo Antônio.

Débora Burigatto, moradora do Capão Redondo, coordenava o curso Inglês para Todos, que contava com outros professores voluntários. Nos módulos básico, intermediário e avançado, a formação gratuita tinha duração de seis meses. Estudavam 20 crianças, de 7 a 11 anos, do Parque Santo Antônio e redondezas.

“Com o fechamento abrupto pudemos formar apenas a primeira turma com sete alunos, sendo que 13 deles tiveram suas atividades interrompidas sem prévio aviso. Não pudemos fazer a formatura, visto que o curso não havia sido concluído. Atualmente como os alunos são crianças, sem condições de arcar com os custos do vale-transporte, enfrentamos dificuldades de encontrar um espaço com a mesma localização que o sacolão, para que eles possam frequentar”, explica a coordenadora.

“Nosso desejo é dar continuar ampliando a educação na região que hoje não conta com nenhum equipamento de cultura e lazer”, reforça.

Os coletivos estão realizando um abaixo-assinado para impedir o fechamento do Sacolão das Artes do Parque Santo Antônio. O documento, que precisa de 2.000 assinaturas, será entregue à prefeita regional do M’Boi Mirim, Rita Madureira,  e para o chefe de gabinete Silvio Ricardo. A petição pode ser assinada online (clique aqui para acessá-la).

Cíntia Gomes é correspondente do Jardim Ângela
cintiagomes.mural@gmail.com

Comentários

  1. Bravo ! Bravíssimo !! Parabéns a Policia de Ouro Fino pelo excelente trabalho, os formiguinhas estão se borrando de medo, e os nóias que se cuidem principalmente nessa região do Jardim Patricia, Jardim BH, Jardim São Paulo,Vila Prateado(Prateado só no nome), Jardim Centenário e Venorez, no meio da noite até ao raiar do Sol era fácil de achar algum aviãozinho voando baixo nessa redondeza graças a posição geográfica em que se encontra e aos poucos a sensação de segurança e a tranquilidade de sair na rua sem ser abordado por algum nóia, ou pior receber uma visita deles sem abrir o portão. Tomara que o resto escorreguem logo e os acompanhe na cadeia !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *