Skatista de Franco da Rocha busca vaga para Olimpíada de 2020

Micaela Santos

Quando tinha 11 anos, Kleber Fabiano começou a andar de skate em Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Foi no Complexo de Lazer no Parque Vitória, inaugurado em 2006, que ele deus os primeiros passos no esporte que, antes, via apenas na TV.

Hoje, aos 23 anos, é em cima da prancha com quatro rodas que ele sonha em chegar aos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio. 

O skate foi aceito como uma das modalidades do principal evento esportivo do planeta em 2016. Morador do bairro Vila Ramos, Fabiano é um dos cotados para chegar ao Japão após conquistar mais de 50 troféus na categoria.

Assistindo a campeonatos pela televisão e com a ajuda dos amigos que já praticavam há mais tempo, Kleber aprendeu as primeiras manobras e começou a disputar competições. 

“Em Franco da Rocha não havia nenhum profissional de skate”, relembra. “Isso uniu quem estava começando a praticar o esporte naquela pista, porque a gente se ajudava e íamos crescendo juntos”.

Campeonato Brasileiro de Skate Street Amador que aconteceu em Brasília em abril deste ano. (Arquivo Pessoal)

Para conquistar a vaga na Olímpiada, Kleber terá que estar entre os melhores skatistas na soma das etapas disputadas ao longo de 2018.

Os três mais bem colocados formarão a seleção brasileira de skate em 2019. A CBSk (Confederação Brasileira de Skate) nomeará um quarto convocado.

“Pratico de quatro a seis horas por dia na pista de skate da cidade, e nos fins de semana vou competir em outros campeonatos. A ansiedade é grande, mas estou bem confiante”, conta.

Nos dias 11 e 12 de agosto, ele disputou a primeira etapa do STU Qualifying Series 2018, em São Paulo. Em abril, foi um dos finalistas do Campeonato Brasileiro de Skate Street Amador 2018.

Na modalidade na qual Kleber busca uma vaga, o skatista deve ultrapassar obstáculos que simulam ruas da cidade, como escadas, corrimões e paredes inclinadas. Cada manobra valerá de 0 a 100 pontos, considerando o nível de dificuldade, estilo, velocidade e perfeição, avaliadas por jurados da CBSk.

FAMÍLIA E FRANCO DA ROCHA

A atuação do skatista era vista sem grande expectativa pelos familiares. “Não acreditava muito. Achei que seria só um passatempo, mas ele persistiu. Estamos torcendo e confiando muito no talento dele”, diz Zeni dos Santos, mãe de Kleber.

O Parque Benedito Bueno de Morais tem atraído novos interessados pela prática do Skate. (Micaela Santos/Agência Mural/Folhapress)

Atualmente, o competidor consegue viver apenas do skate, com patrocínios de marcas de roupas e academias da região. Porém, ele considera que ainda falta apoio para a modalidade crescer no Brasil.

“Tem muitos atletas profissionais que nem recebem salário, mas sei o quanto o esporte é importante para as pessoas e fico feliz quando alguém se inspira em mim para aprender skate. Um dia essa pessoa pode estar no meu lugar e representar a nossa cidade”, afirma Kleber.

Em Franco da Rocha, uma nova geração de skatistas se encontra no Parque Benedito Bueno de Morais, construído em 2016. 

Thais Couto, 16, começou a praticar há um mês e já pensa em disputar campeonatos no futuro.  “Sempre tive vontade de aprender, mas no começo eu tinha [receio], e só ficava observando. Quero ter meu espaço e representar as mulheres, porque a maioria das pessoas que praticam esse esporte são homens”, diz Couto.

Obras no Complexo de Lazer estão paralisadas (Micaela Santos/Agência Mural/Folhapress)

ABANDONO

No local onde Kleber Fabiano deu os primeiros passos na cidade, o Complexo de Lazer do bairro Parque Vitória, a pista está abandonada. Foram iniciadas obras para a reconstrução em 2015, mas o processo foi paralisado.

Procurada pela Agência Mural, a Prefeitura de Franco da Rocha informou, por meio da assessoria de imprensa, que o cronograma foi prejudicado em função de problemas na galeria de águas que passa por baixo da pista. A gestão afirma que a obra deve ser concluída até o final de 2018.

Micaela Santos é correspondente de Franco da Rocha
micaelasantos@agenciamural.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *