Sarau criado por mãe e filho completa quatro anos em uma garagem de Cotia

Halitane Rocha

Desde 2015, a garagem na casa da dona Carla Aparecida, 57, foi transformada. Após servir de restaurante, o local se tornou um ponto cultural para a realização do Sarau Poesia na Garagem, que comemora quatro anos nesta sexta (8) em Cotia, na Grande São Paulo.

Conhecido como Garagem Cultural, o espaço terá um evento especial de aniversário com apresentação de artistas regionais. Dentre elas, a tradicional Congada de São Benedito, criada há 68 anos por Seu Dito, morto em 2016. Também haverá a presença da rapper Amanda NegraSim, pertencente a família da Congada e nascida em Cotia.

O idealizador do sarau é o filho de Carla, José Rossi Neto, 32, mais conhecido como Neto Poeta, que atua na região também como jornalista e palestrante.

No final do ano passado, o coletivo foi reconhecido como Ponto de Cultura pelo Ministério de Cultura, ao participar do edital da Rede de Pontos de Cultura da Política Nacional de Cultura Viva no Estado de São Paulo. O grupo, contudo, não conseguiu a pontuação para conseguir apoio financeiro. “Vamos continuar a procura de verba para manter o espaço”, diz Neto.

Tudo começou em março de 2015. Neto era rapper do antigo grupo Influência Positiva e começou a ensaiar na garagem da mãe com alguns amigos. “Ao invés de ficar só ensaiando aqui, por que não fazer algo mais amplo, para abrir espaço para outras pessoas?”

Antes de começar sarau, Neto atuava no rap (Halitane Rocha/Agência Mural/Folhapress)

“A alma do sarau é abrir oportunidade para outros artistas. Foi aí que eu decidi fazer o sarau, conversei com a minha mãe e na hora ela topou”, diz. “A garagem era parte de um restaurante, servia almoço aqui na garagem. Mas como mudou o sistema do comércio, parou de servir refeição na mesa, ficou só de garagem mesmo”, completa Neto.

Situada a 35 km do centro de São Paulo, Cotia conta com mais de 240 mil habitantes. A criação do sarau foi justamente para estimular novos espaços para artistas da região, assim como um ponto de lazer. O espaço foi um dos primeiros do tipo a se consolidar no município.

“Só ouvia falar de sarau, mas nunca tinha entrado ou visto. Conheci porque ouvia o Neto falar que ia nos saraus em São Paulo, como o da Cooperifa. Ele que foi me mostrando o que era”, diz Carla.

“Fiquei muito feliz porque eu via a cada mês, uma troca de informações sobre cultura muito grande e muito rica. Eu via desde crianças, adolescentes e até adultos com depoimentos, histórias, que a gente nem na escola ouvia. E de repente essa cultura estava circulando dentro da minha casa”, completa dona Carla.

Neto cuida do sarau ao lado da esposa, Amanda Rossi. O local já recebeu artistas como Cris SNJ, Cobra (Conexão do Morro), Ca.Ge.Bê, Renan Inquérito e a cantora Ana Canãs.

Ele ressalta que o Sarau Poesia na Garagem se mantém minimamente com recursos de patrocínio de comerciantes locais que ajudam com uma quantia simbólica ou doações para vendas e rifa no local. “Desde o início a gente mantém uma independência de não manter vínculos com políticos. Já procuramos por recursos, mas não conseguimos. Então a nossa essência é literalmente comunitária.”

A ideia é ampliar discussões na garagem. “Este ano a gente quer trazer aulas públicas, trazer temas atuais, mais debates e trocas de ideia. Trazer temas atuais que gente sempre vê nas redes sociais, mas sair um pouco da discussão da rede e trazer pra cá”.

O Sarau Poesia na Garagem se encontra toda segunda sexta-feira do mês. O microfone é aberto. Há uma biblioteca na qual qualquer pessoa pode pegar ou deixar um livro. São vendidos salgadinhos (R$ 2), como coxinhas e bolinhos de queijo. O chá é cortesia. Garagem Cultural – Av. Brasil, 177, Jd. Central, Cotia. Sex (08): 19h às 22. Livre. GRÁTIS

Halitane Rocha é correspondente de Cotia
halitanerocha@agenciamural.org.br

VEJA TAMBÉM:

Maioria das cidades da Grande SP dificulta acesso à informação pública

Em quatro anos, passagem de Cotia aumenta R$ 1,30 e ultrapassa a capital

Sem imprensa local, moradores se informam por redes sociais 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *