UBS do Jardim Fontalis, na zona norte de São Paulo, mudará em agosto

André Santos

Mesmo sob reclamação e abaixo-assinado de moradores, a UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Fontalis, na zona norte de São Paulo, vai mudar de endereço.

A saída da unidade para um novo prédio a 1,5 km do local onde funciona atualmente tem causado reclamação de moradores da região. Por outro lado, funcionários apontam que o atual prédio está com problemas estruturais, goteiras e pontos descobertos.

A mudança foi marcada para 20 de agosto, após 18 anos de funcionamento na rua Antônio Piccarolo. O novo endereço será a rua Mota. A unidade é umas das 11 da subprefeitura Jaçanã/Tremembé.

“Sou totalmente contra a saída do posto. Será um desastre para o bairro que já não tem nada de benefício”, afirma Wagner Pereira Santos, 46, morador há mais de duas décadas do Jardim Fontalis.

Wagner e outros moradores organizaram um abaixo-assinado para reivindicar a permanência da unidade e a ampliação do prédio. O documento pede também que seja reformado o espaço ou construído um prédio próprio. Mais de 120 pessoas assinaram.

UBS está no local há 18 anos (André Santos/Agência Mural/Folhapress)

“Nosso bairro já não tem nada, não tem um mercado, uma farmácia e o posto que é uma coisa boa que temos vai sair”, protesta o aposentado Francisco das Chagas, 64.

“Tem gente que faz acompanhamento com os médicos aqui, como vai ser agora? Uma pessoa que precisa ir ao posto todo dia ou três vezes por semana vai ter que ir até lá, e se não tiver dinheiro de condução? Tem que ver isso”.

Os moradores têm tentado se mobilizar para evitar a mudança, houve uma reunião com a administradora da UBS, mas apenas três pessoas compareceram. “Infelizmente as pessoas não deram importância, só vão dar importância quando chegarem pra ser atendidos e o posto não tiver mais lá, infelizmente”, lamenta Wagner.

Para Francisco, a mudança pode ser evitada. “Tem um monte de terreno aqui no bairro que dá pra fazer um posto novo, maior”, alega.

PROBLEMAS E CHEGADA DE MAIS FUNCIONÁRIOS

Segundo a supervisora da unidade, Karen Aparecida Santos Ferreira, a mudança é necessária, pois o prédio atual da UBS tem problemas estruturais sérios.

“O telhado está com infiltração, molha material, prontuário, vira uma cachoeira. Fizemos consertos pontuais, mas sempre aparece mais. A sala de espera dos pacientes molha durante as chuvas”, afirma.

Supervisora, Karen diz que novo local abrigará mais funcionários (André Santos/Agência Mural/Folhapress)

Os moradores admitem que a situação da estrutura é complicada, mas que a solução seria reformar ou construir um novo prédio por perto.

A UBS funciona onde era moradia dos antigos donos das terras que hoje é o bairro Associação Sobradinho.

Após o loteamento, o prédio foi sede da Associação de Moradores do bairro, logo depois a associação cedeu a casa para que a UBS passasse a funcionar ali. “Era pra funcionar por dois anos e já estamos há 18 aqui”, afirma Karen.

“Esse prédio não comporta toda a equipe, por isso que a mudança será um ganho. Vão ganhar mais seis médicos e duas equipes de saúde bucal”.

A supervisora afirma que a equipe passará de 42 pessoas para 86. Para driblar a falta de espaço, a UBS tem realizado algumas das reuniões numa igreja evangélica que fica ao lado da unidade.

O prédio onde passará a funcionar a UBS será locado e toda a parte de estrutura e de acessibilidade foi executada pelo proprietário do imóvel.

“Nenhuma família será descadastrada, ninguém vai ser, todos vão continuar sendo atendidos em casa pelos agentes de saúde, e os grupos de saúde vão continuar normalmente também”, diz Karen.

André Santos é correspondente do Jardim Fontalis
andresantos@agenciamural.org.br

VEJA TAMBÉM:

Professores estimulam samba rock em bairro do Tremembé, na zona norte

Sem iluminação, rua da zona norte preocupa moradores

Comentários

  1. Os agentes comunitários de saúde só passa de um lado do bairro já do outro lado da avenida que faz parte do posto de saúde são abandonados isso é uma falta de respeito com o ser humano tem que passar os agentes de saúde em todos locais porque somos atendidos no mesmo posto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *